Qual o Estilo das Mulheres Mais Propensas a Provar Sexo Anal?

Você pensa que o sexo anal é como se fosse o unicórnio do mundo sexual – algo sobre o que algumas pessoas falam, mas na realidade nunca fazem? Pense outra vez.

De acordo a um novo estudo publicado no The Journal of Sexual Medicine, uma em cada três mulheres heterossexuais já fizeram sexo anal em algum momento das suas vidas.

Esse estudo analisou dados sobre sexo da National Survey of Family Growth (Pesquisa Nacional de Crescimento Familiar) dos Estados Unidos e focou especificamente em uma amostra representativa de 10.463 mulheres sexualmente ativas com idades entre 15 e 44 anos.

Os pesquisadores descobriram que 36,6% das mulheres que participaram disseram que já fizeram sexo anal pelo menos uma vez em suas vidas.

Aparentemente elas não gostaram tanto assim, porque apenas 13,2% disseram que haviam feito nos últimos 12 meses. Mas havia um “estilo” mais propenso a fazer sexo anal.

Mulheres em seus vinte anos de idade que não seguem nenhuma religião são mais propensas a fazer sexo anal

Mulheres em seus vinte anos que não seguiam nenhuma religião e com maior grau de formação e maior renda eram mais propensas a fazer sexo anal, de acordo com a pesquisa.

Também foi visto que era algo mais comum entre as mulheres casadas ou que viviam com os seus parceiros em relação às solteiras. Os pesquisadores, no entanto, também descobriram que era igualmente comum entre raças e etnias.

Houveram outros fatores que sugeriram que uma mulher era mais propensa a fazer sexo anal do que outra:

  • Ter tido relações sexuais com outras mulheres;
  • Ter tido uma gravidez não desejada;
  • Para não perder a virgindade antes dos 16 anos de idade;
  • Ter feito algum tratamento devido a uma infecção sexualmente transmissível no passado.

Mas no geral, qual o estilo de mulher fez mais sexo anal nos últimos anos?

Mulheres que tinham um parceiro fixo e não eram religiosas.

Os pesquisadores também descobriram uma tendência preocupante: As mulheres eram significativamente menos propensas a usarem preservativos na hora do sexo anal em relação ao sexo vaginal, colocando-se em maior risco para contrair alguma DST (doenças sexualmente transmissível).

Embora seja divertido saber que cada vez mais casais “sérios” estão provando dessa “brincadeira”, há algo importante para se levar em consideração: Se você já fez sexo anal ou tem interesse em provar, use camisinha.

A gravidez pode não ser uma preocupação nesse caso, mas você ainda pode se contaminar com uma enorme quantidade de DSTs durante o sexo anal.

Que tipo de mulher já aceitou fazer sexo anal ao menos uma vez com você? Quantas vezes você já fez sexo anal com sua parceira? Comente abaixo!

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (25 votos, média: 4,16 de 5)
Loading...


52 comentários

  1. Tenho 61a, ate os 54a nunca havia praticado sexo anal sempre tive muito medo de ser considerada uma vagabunda e passar a ser desprezada pelo meu marido se fizesse, mas depois que me separei encontrei um parceiro maravilhoso que me convenceu a experimentar, ele foi muito gentil e carinhoso, me conduziu a este novo universo, no inicio as dores eram fortes porque eu não sabia relaxar, mas em pouco tempo aprendi e desde então sempre faço anal, consigo orgasmos maravilhosos com contrações fortíssimas e sou elogiada pelos meus parceiros, e tem mais antes eu tinha muito intestino preso agora funciona bem demais.

    • Você deveria dar estes conselhos a minha mulher, nunca consegui convencer ela a nem a tentar.
      Beijao

      • Seja Paciente, espere o tempo dela, espero que ela não demore muito, como eu fiz e me arrependo ate hoje.
        Talvez o problema dela seja como o meu, medo , ter vergonha sobre que você vai pensar dela depois eu imaginava que ele ia me achar uma puta , hoje sei que não é assim.

    • Oi Teresa, que bom encontrar alguém como vc, que sabe apreciar os prazeres do sexo anal. Vamos tentar conversar um pouco sobre isso. Deixo um email pra vc entrar em contato.
      [email protected]

    • Sou casada, tenho 27 anos e comecei a fazer anal aos 12, como as meninas da época e do local onde morava. Sempre tive muto tesão no bumbum, colocava os dedos, objetos, cenouras mas a maior sensação foi mesma quando dei pela primeira vez para um coroa que morava perto e me penetrou profundamente deixando meu cu ardido mas satisfeito e com mais vontade ainda rsrsrsrsrs. Hoje faço com o marido praticamente tdos os dias e graças a Deus ele é do tipo mega dotado me deixando quase maluca de tanto prazer, Tenho um bumbum (quadril) com 132 ctms o que me rende alguns comentários na praia e as vezes até nas ruas quando uso roupas mais sexys rsrsrsrsr. Mas adoro fazer anal e uso sempre bons lubrificantes.

  2. Amo usar plug anal preso com calcinha fio dental,fico com o plug preparando para dar o cu,a visão da pedra brilhante no cu deixa o homem excitado, é jóia fina e linda,vai aumentando gradativamente até que o cacete grosso e grande entre.Comprem meninas vcs vão amar, é geladinho de metal ,façam ducha higiênica antes,para rebolar de quatro com a jóia no cu, enquanto chupam seu homem.Gozar no anal é uma delícia,engolir a porra também,demorem bastante tempo,sirva seu homem ele terá cuidado.Ensine gradativamente a cuidar de seu cu bem gostoso, você domina .Tirei fotos e filmei ,fica realmente lindo e glamouroso.Beijos meninas e gozem gostoso com seu príncipe encantado que a comam maravilhosamente.Sabor da porra de um homem excitado é inesquecível.

    • Oi Cris, que bom encontrar alguém como vc, que sabe apreciar os prazeres do sexo anal. Vamos tentar conversar um pouco sobre isso. Deixo um email pra vc entrar em contato.
      [email protected]

    • Eu pratico e vez quando com minha esposa e ela gosta muito,
      Uma coisa que ela gosta e de ser chupada com o dedo no cuzinho eu faço ela gozar duas vezes em seguida.

      • Querida fico feliz de ver uma mulher cabeça aberta assim sobre sexo anal gostaria de te conhecer e ver as fotos e vídeos que vc falou talvez minha namorado se convença que quero só dar prazer pra ela no Anal
        Quando chupo ela e dou lambidinhas no cuzinho ela pede pra eu por um dedo mas só goza na minha boca quando eu coloco o segundo dedo
        Sou louco pra colocar meu pau nela mas ela não deixa mesmo
        MEU e-mail [email protected]

  3. Sempre faço anal na minha esposa e ela adora , prefere até pq diz que goza mais , se alguma mulher Aki quiser trocar experiências mandem e-mail no e-mail [email protected]

  4. Tenho uma amante (que é casada) há 5 anos e ela curte muito anal (sem contar que ama engolir minha porra). Tenho 39 e ela 24, portanto desde os seus 20 anos eu meto naquele cuzinho. Demorou bastante, mas sempre tentamos anal, primeiro porque ela sabia que eu gostava e depois, porque ela queria se realizar, ser uma “puta” na cama. A primeira vez aconteceu nos muros de um prédio onde eu trabalhava. Ela toda dengosa, me abraçando, depois de eu ter gozado muito na buceta dela e aí eu resolvo acariciá-la, lambendo-a e tocando-a. Aí começo a tratar bem o seu rabinho, dando aquela lambida e colocando o dedo nele e em sua buceta. Até que ponho meu pau na entrada de seu rabinho e ele desliza tranquilamente. Eu queria ter continuado a fuder aquele cu no muro, mas como ela gemia muito e havia um prédio vizinho, cujas janelas eram viradas para esse muro, a levei à sala de reunião. Pus um colchonete no chão e comecei a meter naquele rabo gostoso até gozar tudo dentro dela. Eu já tinha feito anal em outras mulheres, inclusive numa ex-mulher, no entanto, nunca uma gemeu como aquela moça.

    Depois dessa vez, ela viciou. Já chegou ao ponto de passar no escritório só pra eu meter em seu rabo, dentro de um banheiro. Abaixando a calcinha e calça e me fazendo fudê-la e tocá-la até que gozássemos. Nesse dia gozei tanto que até escorreu pra fora.

    Recentemente, depois de meses sem nos vermos, ela apareceu lá no escritório e, mais uma vez, depois de eu tê-la masturbado pra caralho, e bem gostoso, ela pediu pra eu comer seu cuzinho, de ladinho, em cima da mesa. Eu pus e após meter muito, ela pediu que eu gozasse no seu rabo. Depois disso, ela se pôs a sentar em meu pau e a gozar duas vezes seguidas, me enfeitiçando com aquele sorriso enquanto goza.

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*