Home » Sexo » Jogos e Fantasias » O Pornô Já Está Disponível em Realidade Virtual, e Pode Transformar sua Vida Sexual em um Episódio de Black Mirror
Pornô em realidade virtual

O Pornô Já Está Disponível em Realidade Virtual, e Pode Transformar sua Vida Sexual em um Episódio de Black Mirror

Você pode pensar nos avanços da tecnologia e nas mudanças que isso acarreta em nossas vidas de maneira positiva ou de maneira negativa, como em Black Mirror. Ainda que existam pontos positivos e negativos, temos que concordar que o pornô em uma realidade virtual pode ser bastante interessante.

Há quem diga que o futuro do sexo aliado com a tecnologia poderá ser bizarro, outros acreditam que deixará tudo mais excitante, e além dessas duas opiniões, podemos pensar que muitas vezes ele poderá ser um tanto quanto filosófico.

É fácil pensar que uma tecnologia nova como a realidade virtual poderá tornar possível viver nossas mais profundas fantasias, que antes ficavam apenas na imaginação ou na tela do computador (e dos smartphones, sempre muito úteis, é claro). E, com essas novas possibilidades, surgem também novas perguntas.

A macrofilia, por exemplo, é um fetiche por pessoas muito grandes, consideradas “gigantes”. Quando a possibilidade da realidade virtual, surgiu foi perguntado a essas pessoas quais seriam seus planos para realizar suas fantasias, uma vez que agora será possível. Com a realidade virtual, fica fácil criar uma mulher ou homem de dois metros e meio, mas eles realmente existirem (ou encontrá-los) já é bastante difícil.

Aqueles que têm fantasias mais comuns ou quaisquer outros tipos de fantasia também estarão bem servidos com a tecnologia da realidade virtual, e os óculos VR já estão disponíveis por preços justos. Então, basicamente o que é preciso para começar a aproveitar a tecnologia é um óculos VR e o seu smartphone, e aí é a hora de procurar pelos vídeos de realidade virtual já disponíveis na internet.

É claro que a maioria dos videos já disponiveis de realidade virtual ainda são simples vídeos gravados em primeira pessoa, com um performer com a câmera em seu corpo enquanto outra performer faz alguma “lap dance”, ou qualquer outra coisa de cunho sexual. Sabemos que isso é o básico e que ainda não é lá algo muito surpreendente, mas é realidade virtual e não dá pra pedir tanto assim da indústria pornô em tão pouco tempo.

O fato é que com o desenvolvimento da tecnologia e com cada vez mais pessoas aderindo aos óculos VR, essa indústria tem tudo para crescer.

Existem ainda mais perguntas e questionamentos que nos fazem pensar. Imagine só quantas pessoas não irão utilizar um sistema de realidade virtual para “construir” celebridades com quem gostariam de transar? Esse tipo de fetiche já é bastante comum e se entrarmos em qualquer site pornô e procurarmos por alguma celebridade estará lá um vídeo feito com alguém que se parece com tal celebridade.

Parece maravilhoso poder ter uma experiência sexual com uma celebridade, mas fora mais essa possibilidade, já imaginou a discussão que esse tipo de comportamento irá trazer? Será que as celebridades não se sentirão incomodadas e tentarão parar esse processo de “liberdade criativa” de um futuro usuário ou mesmo da empresa que estará trabalhando com realidade virtual?

Apesar de parecer bem interessante ter uma relação sexual – ainda que virtual – com alguma celebridade que você gostaria de transar, em casos em que você seja realmente fã dessa pessoa, talvez não seja tão legal assim “utilizá-la” virtualmente para depois descobrir que isso a incomodou brutalmente e que ela nunca autorizou que sua imagem fosse utilizada.

Inclusive, um caso parecido já aconteceu quando a atriz Jennifer Lawrence teve seu corpo copiado de fotos que haviam sido hackeadas de seu celular, e a empresa fabricante de bonecas sexuais “Pipedream” lançou uma boneca utilizando seu apelido “J-Law”.

Esse foi um caso bastante grave e que causou muito desconforto à atriz; então, até onde iria a liberdade criativa de usuários ou empresas para começar a criar realidades alternativas baseadas em alguém?

A solução para isso, por enquanto, parece ser escolher pessoas (famosas ou não) que aceitariam fazer parte de um vídeo de realidade virtual, e com certeza você encontrará alguém que faz o seu tipo e que é capaz de preencher sua imaginação e alcançar suas fantasias.

Imagine só, por exemplo, uma das fantasias mais difíceis de acontecer: um sexo a três com gêmeas. Qual a possibilidade de que gêmeas desejem transar com o mesmo cara, na mesma hora? É muito difícil que isso aconteça no mundo real, mas pode ser possível em uma realidade virtual colocar duas, três ou quantas pessoas você quiser, sejam elas iguais ou não.

Você pode pensar em orgias, em suas fantasias que você tem certeza que nunca irão acontecer (e por isso são as melhores fantasias) e criar uma realidade virtual para isso.

O único problema – e aí vai mais um questionamento – é em relação a quão real essas fantasias irão parecer. Sua namorada ou você poderão considerar isso, de certo modo, uma traição. Bem diferente do que acontece quando estamos de frente para a tela do computador.

Falando de ciúmes e traição, em breve a realidade virtual estará tão disponível como as câmeras dos smartphones estão hoje para aqueles que querem gravar um vídeo caseiro de suas relações sexuais (e esses são bastante apreciados, não é mesmo?).

Agora imagine você ter gravado um vídeo de realidade virtual com sua parceira e que tempos depois vocês terminem. Seria ótimo poder reviver os bons momentos em seu óculos VR, mas o que sua atual namorada acharia disso?

Não faltam questionamentos e essa discussão talvez seja ótima para ser prolongada em uma mesa de bar com a galera, mas o futuro está aí e muito em breve, seja qual for sua fantasia, você poderá realizá-la com realidade virtual.

O outro lado da moeda sempre existirá, e pode ser que a visão negativa de “Black Mirror” que questiona a ética por trás do uso da tecnologia e o comportamento social pode vir à tona e acompanhar todos esses questionamentos que fizemos aqui.

Porém, a certeza que temos é que sim, a tecnologia vem para o bem e pode ser utilizada da maneira correta, ainda que seja para realizarmos algumas fantasias um pouco mais sujas em nosso momento íntimo.

Você tem curiosidade sobre o que o pornô pode oferecer com a realidade virtual? Acredita que realizar suas fantasias será mais fácil? Comente abaixo!

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *