Relacionamento co-dependente

Você Está em um Relacionamento Co-dependente? Preste Atenção Nesses 7 Pontos

Em um relacionamento co-dependente, alguém está recebendo a sua autoestima e autoconfiança ao se relacionar com outra pessoa.

Os “parceiros” neste tipo de relacionamento não são verdadeiros parceiros, pois normalmente uma pessoa se doa 100% enquanto a outra dá pouco ou até mesmo nada.

Um parceiro procura se validar através de obter a aprovação do outro, enquanto que este outro está ditando o que o outro deve fazer (ou até mesmo como ele deve ser) para poder ganhá-lo.

Se alguma dessas coisas te parece familiar, então pode ser que você esteja em um relacionamento co-dependente.

Um relacionamento co-dependente é um padrão disfuncional de comportamento em que uma pessoa depende do seu parceiro para poder viver, ter a sua identidade e um motivo de “ser”, existir.

As características dos relacionamentos co-dependentes são a falta de autonomia, a falta de autosuficiência e os níveis de aderência ao outro. Um dos parceiros, ou até mesmo ambos, está buscando completar totalmente o seu propósito de vida, unicamente através do outro.

Quem pensa que isso se assemelha um pouco com o que está vivendo deve prestar atenção nesses sete sinais nada saudáveis de quem está em um relacionamento co-dependente, e se você se identificar com qualquer um deles, pode haver uma boa chance de estar vivendo em um relacionamento assim, e com certeza precisa, e é hora de fazer algumas mudanças.

7 sinais de que você pode estar em um relacionamento co-dependente 

  1. Você faz a sua vida girar em torno da sua parceira e dos interesses, necessidades e desejos dela. Você muda os seus planos para poder se acomodar no que funciona para ela, no que ela quer. É difícil que você se sinta satisfeito com a sua vida sozinho, fora daquilo que você divide com ela.
  2. Você é o tipo de pessoa que tenta aparentar o tempo todo o mais alegre possível, independentemente de como realmente se sente. Quando há um conflito, você é o primeiro a tentar manter a paz. Mesmo quando isso possa machucá-lo tanto emocionalmente quanto fisicamente, você sempre coloca a sua parceira na frente de todos.
  3. Sua parceira é o barômetro para toda a casa. Quando ela está feliz, você também está. Quando ela está brava, desapontada ou triste, você também. É ela quem decide como você se sente a cada dia, e embora você consiga reconhecer que esta é uma situação não saudável, não quer abandoná-la e deixar o seu relacionamento.
  4. Você está sempre tentando se mudar para o que acha que ela quer, mas ainda não sente como se fosse suficientemente bom. Ou pode ser o contrário, você pode ser quem está tentando transformar continuamente a sua parceira.
  5. Você não passa muito tempo com outras pessoas, inclusive com seus amigos e familiares, e se os vê está geralmente ao lado dela.
  6. Sua parceira atual, ou até mesmo suas parceiras do passado, eram viciadas em drogas, álcool, sexo ou até mesmo outras substâncias. Elas podem ter abusado de você tanto emocionalmente quanto fisicamente, ou simplesmente te desrespeitaram. No entanto, você continua sendo o cuidador. Você cuida delas ao longo de suas provações, mas ganha muito pouco em troca, às vezes nada. Você não conta para ninguém como realmente é ou o que realmente é o seu relacionamento.
  7. Você se sente ansioso quando está com a sua parceira, está sempre tentando entender e prever as expectativas dela. Tem dificuldade em determinar o que realmente te faz feliz e passa o tempo todo se preocupando com o que a faz feliz.

Acabar com este relacionamento significa acabar com a co-dependência, mas não é a única maneira de curar essa disfunção.

A chave para superar a co-dependência é aprender a encontrar a sua felicidade, independente de qualquer outra pessoa, e manter os limites com a sua parceira.

Encontre um hobby que possa fazer sozinho, sem ela. Passe algum tempo com sua família e amigos longe da sua parceira. Fale com ela sobre o que é um relacionamento saudável e não tenha medo de pedir ajuda profissional se achar necessário, para descobrir como é ter um.

Um relacionamento co-dependente é ruim para as duas pessoas envolvidas, por isso se você realmente a ama, e principalmente ama a si mesmo, é hora de começar a mudar essa história para poder ser realmente feliz.

RECOMENDADOS PARA VOCÊ

Você conseguiu enxergar em seu relacionamento pelo menos um desses pontos listados acima? Será que você consegue mudar isso para ter um relacionamento mais saudável? Comente abaixo!

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Um comentário

  1. Exelente materia. Piucos dao atençao a esse assunto. Mas é concerteza um problema q muitos enfrentam e nao tem coragem, nao sabem como obter ajuda ou ate mesmo sabem q algo esta errado mas nao reconheceu onde esta o erro. Parabens pelas dicas e a atençao pelo bem estar sexual emocional e pissicologico de seus leitores. Nota 1000 para voces.

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*