Veja Como Você Pode Machucá-la Durante o Sexo, e Como Prevenir

Existe uma grande diferença entre puxar o cabelo da sua parceira sensualmente e puxar um músculo do seu pescoço. Por isso, veja aqui como você pode machucá-la durante o sexo e como prevenir isso.

Dor durante a transa nem sempre é uma coisa boa. Lesões relacionadas ao sexo são surpreendentemente algo muito comum, de acordo com um estudo realizado em 2014 pelo aplicativo de relacionamento Meetville.com, que constatou que um terço dos adultos se machucam todos os anos enquanto transam.

Pode ser horrível se machucar durante algo tão gostoso, porém se você nunca escorregou enquanto transava de baixo do chuveiro ou algo assim, pode ser que você esteja precisando experimentar novos movimentos e posições.

Algumas condições, como por exemplo intoxicação ou lugares diferentes (o exemplo do chuveiro pode ser usado novamente) definitivamente podem aumentar as chances de lesões, disse a terapeuta sexual Madeleine Castellanos, M.D, autora do livro Wanting to Want: What Kills Your Sex Life (Querendo para Querer: O que Mata a Sua Vida Sexual) e How to Keep It Alive (Como Manter isso Vivo).

Acidentes acontecem, mas de acordo com a especialista você pode se prevenir para que eles não aconteçam.

Veja agora as maneiras mais comuns de como você pode machucá-la durante o sexo, e como prevenir esta situação chata.

1. Barba que queima

Pode ser que a queimação que a barba provoca na mulher não seja exatamente um machucado, mas pode ter certeza que é algo que incomoda muito, chega a doer e até assar o rosto e a virilha da sua parceira (quando você está fazendo sexo oral). Por isso, é importante saber como preveni-la, até porque você quer que ela se concentre em sua impressionante técnica, e não em como você a arranha.

Felizmente, a correção é fácil! Faça a barba antes de transar com a sua parceira, ou deixe a barba crescer o suficiente para que o pelo fique macio, disse Castellanos.

2. Lesões vaginais

As lesões vaginais são uma das lesões mais comuns que ocorrem durante o sexo, e geralmente soa pior do que realmente é.

Enquanto muitas mulheres associam a lesão vaginal a um sexo realmente muito mais pesado, estudos mostraram que cerca de 1/3 das mulheres já sofreram com isso, mas não se preocupe, você ainda pode tomar algumas medidas para minimizar os danos.

A solução para prevenir este problema pode ser algo muito simples, como ajustar uma posição, ou dar uma pausa durante a penetração. Certifique-se de que o ângulo e a profundidade da penetração estão confortáveis para a sua parceira, e caso necessário, ajuste-se antes de aumentar o ritmo ou fazer mais pressão. Usar lubrificante também pode ajudar bastante.

3. Ferindo a sua parceira

Chupões podem ser algo divertido quando você é adolescente, mas depois que você passou dos 15 anos de idade, eles podem ser algo realmente vergonhoso e perigoso. Sério!

Em 2011, uma mulher Maori de 44 anos foi hospitalizada devido a um chupão que causou um coágulo de sangue, resultando em um acidente vascular cerebral e um braço esquerdo paralisado.

Bom, mas se esse é o único caso documentado de um AVC ou um coágulo de sangue causado por um simples chupão, não é um tipo de machucado/lesão causada durante o sexo que você deve se preocupar, certo? Errado.

De acordo com Castellanos, quando se trata de uma mulher, os dois lugares que você deve realmente prestar atenção na hora dos chupões são os seios e o colo do útero. “Os seios são muito sensíveis e o tecido mamário pode ser ferido com muita facilidade, então lide com eles com cuidado,” aconselhou Castellanos. Já as contusões no colo do útero podem não ser visíveis, mas são muito preocupantes.

O melhor conselho é tomar cuidado com a força que usa ao penetrá-la quando está em alguma posição que encurta a profundidade da vagina, como por exemplo quando transam de 4.

4. Lesões no pescoço

Puxar o cabelo da sua parceira pode ser algo realmente sexy (se ela gosta desse tipo de coisa, claro), até que você acidentalmente torça o pescoço dela. “Quando há uma grande quantidade de movimento vai e vem e puxadas de cabelo, o pescoço pode ser facilmente machucado, e isso pode resultar em problemas que duraram pelo resto da vida”, alertou Castellanos.

Não se preocupe, você ainda pode brincar bastante com os cabelos da sua parceira sem causar uma lesão crônica no seu pescoço. Basta ser cauteloso quando for puxar o pescoço dela muito para trás, ao empurrar durante o sexo oral ou puxando a sua cabeça para um lado.

E se você é do tipo que gosta de assistir a filmes pornô para se inspirar, mas neste caso, não faça isso! “Os homens precisam se lembrar que na vida real existe uma gama muito mais limitada em comparação às coisas que eles imaginam”, disse Castellanos.

Um último aviso: Sempre tenha certeza de que ela topa um sexo ou uma preliminar mais pesada, e uma ótima ideia é vocês combinarem uma “palavra de segurança”. Quando ela ou você disser essa palavra é porque está machucando, ou é melhor dar uma pausa. Isso é uma ótima maneira de prevenir machucados durante o sexo.

Você já acabou machucando sua parceira alguma vez acidentalmente enquanto faziam sexo? Qual foi a lesão provocada, e como? Comente abaixo!

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (3 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...


Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*