Home » Sexo » Jogos e Fantasias » Robôs Sexuais Podem Ser a Grande Tendência Para 2016

Robôs Sexuais Podem Ser a Grande Tendência Para 2016

Assustadoramente realísticos, o que até agora parecia filme de ficção, algo impossível, até este ano você poderá ter em sua casa, na sua cama.

Pode parecer algo que saiu de um filme de ficção científica dos anos 80, mas acredite, os robôs do sexo podem realmente ser a maior tendência da tecnologia para 2016.

A popularidade dos “humanos artificiais” cresceu junto com o seu realismo, e se você pensa que as pessoas irão usá-los apenas para terem relações íntimas, como uma “boneca inflável melhorada”, saiba que muitos irão realmente se apaixonar pelos novos “brinquedos”.

A Dra. Helen Driscoll, uma das maiores autoridades em psicologia do sexo e relacionamentos, disse que a “tecnologia do sexo” já está avançando em um ritmo acelerado.

Dra. Driscoll, da Universidade de Sunderland, no Reino Unido, disse que a tecnologia robótica, interativa, com sensor de movimento, provavelmente ficará cada vez mais focada na indústria do sexo para os próximos anos.

“Nós tendemos a pensar em questões como realidade virtual e sexo robótico dentro do contexto de normas vigentes. Mas se pensarmos nas normais sociais que existiam há 100 anos atrás, é óbvio que elas mudaram radicalmente.”

A especialista continua: “Robophilia pode ser algo alheio agora, mas pode ser algo normal em um futuro próximo, assim como as atitudes que se envolvem com a tecnologia.”

“À medida em que a realidade virtual se torna mais realística, envolvente e é capaz de imitar e até mesmo melhorar a experiência do sexo com um parceiro humano, é concebível que alguns escolham isso em vez de um ser humano que não é perfeito.”

A Dra. Driscoll acrescenta: “As pessoas também podem começar a se apaixonar por seus parceiros da realidade virtual.”

Não é nenhuma grande novidade ou previsão, mas a tecnologia tem avançado muito mais rápido do que o esperado. Em 2007, o pesquisador de inteligência artificial David Levy, da Universidade de Maastricht, localizada nos Países Baixos, disse que as pessoas podem se casar com robôs e inclusive consumar os seus votos até 2050.

Na China, um trabalhador comprou um robô sexual (boneca) por £ 14.000.

15

Embora provavelmente inicialmente isso não soe muito atrativo, ele diz: “Logo que aconteça uma história como ‘eu fiz sexo com um robô e foi ótimo’ e isso saia em alguma revista, eu espero que muitas pessoas entrem para o movimento.”

Em sua tese de PhD em Relacionamentos Íntimos com Parceiros Artificiais, Levy afirmou que quanto mais os robôs se pareçam com humanos, tanto em termos de personalidade, função e aparência, mais provável será que eles se tornem parceiros românticos das pessoas reais. Isso pode parecer um pouco estranho, mas não é.”

“O amor e o sexo com os robôs é algo inevitável.”

Dr. Ian Pearson até escreveu um relatório para a sex shop Bondara: “Bordéis e club de stripers irão logo mas incluir robôs, e eles irão ser um fetiche específico para algumas pessoas, assim como um potencial substituto mais barato para a interação da vida real.”

De acordo com o Dr. Pearson, os avanços na tecnologia do sexo irão fornecer as oportunidades para aqueles que de outra forma não teriam. Em sua pesquisa, ele assinala 2050 como o ano em que o sexo entre humanos e robôs irá ultrapassar o sexo entre humanos com humanos, e a tecnologia já estará pronta para isso.

16

Matt McMullen, o CEO do “love doll”, fabricante da RealDoll, está criando um novo brinquedo (o primeiro leva o nome de Harmony) que irá piscar, abrir a boca e até mesmo conversar. Seu objetivo final é criar uma boneca que aparenta se comportar como se estivesse gostando de ter relação sexual.

“Podemos muito bem lançar uma nova empresa dedicada exclusivamente ao desenvolvimento de integração de inteligência artificial com brinquedos sexuais realísticos, assim como potenciais aplicativos de realidade virtual”, disse McMullen.

Enquanto isso, outro especialista em robótica lançou uma campanha para proibir o desenvolvimento de robôs sexuais no Reino Unido. Dra. Kathleen Richardson, uma pesquisadora sênior da Universidade de Montfort, em Leicester, chamou o desenvolvimento desses robôs do sexo como uma “tendência preocupante que precisa ser parada”.

“Robôs sexuais parecem ser um novo foco crescente da indústria robótica e os modelos que eles desenham e nos quais se baseiam – como irão aparentar e quais papeis irão ter – são de fato muito preocupantes”, disse ela.

Você compraria um desses robôs sexuais para fazer sexo com uma boneca sexual realística? Já experimentou algo parecido com a tecnologia atual? Comente abaixo.

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

2 Comentários

  1. Hamilton Domingues da Silva

    Jamais um robô feminino mesmo com toda perfeição, irá substituir uma mulher. O gostoso de ser real, e sentir os carinhos da mulher e o gosto gostoso do seu orgasmo.

  2. isto é uma pouca vergonha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *