Home » Bombando na Web » Por Que Algumas Mulheres Gostam de Sexo Selvagem e Como Fazer Isso Melhor
Mulher com sexo selvagem

Por Que Algumas Mulheres Gostam de Sexo Selvagem e Como Fazer Isso Melhor

Tapas e puxões de cabelo podem ser apenas o início do que será uma das relações sexuais mais memoráveis da sua vida. O sexo selvagem pode ser considerado uma arte.

Os arranhões, puxões de cabelo, tapas e mordidas acontecem no sexo desde o início dos tempos, e é fácil pensar em algo que comprove isso: O kama sutra é um dos guias sexuais mais famosos do mundo, e é um escrito indiano que data do ano 400 a.C., e nele, o sexo selvagem era sempre presente.

Sim, aparentemente as pessoas realmente gostam de sexo selvagem há centenas de anos, e há até mesmo uma explicação fisiológica e psicológica para o nosso gosto por levar uns tapas e arranhões durante o sexo.

Uma dessas explicações é baseada na “Teoria de transferência de excitação”. A pesquisadora sexual americana Nicole Prause explica que quando somos mordidos, arranhados ou quando apanhamos durante o sexo, nossa pressão sanguínea aumenta e nosso coração responde a isso, mas quando esse tipo de “violência” acontece no sexo, você a relaciona como uma maneira de excitação sexual, e não como violência em si. Ou seja, nosso cérebro interpreta e gosta quando algo um pouco mais selvagem acontece na cama.

Outra explicação dada é que a “matriz de dor” do cérebro fica bem próxima da área do cérebro que trata da excitação sexual, e por isso existe tanto fascínio pela linha tênue que separa dor e prazer, fazendo com que estejamos sempre animados a caminhar por ela.

O que você deve saber antes de tentar sexo selvagem

Normalmente é mais fácil conseguir sexo selvagem com uma pessoa que está acostumada a ter relações sexuais com você, seja uma namorada ou uma amizade colorida. Nesses casos de maior proximidade entre o casal, normalmente se começa a experimentar um tapa aqui, um arranhão ali, uma puxada de cabelo, uma pegada mais forte em certos momentos e o casal irá responder isso de alguma maneira, normalmente deixando claro se está gostando ou não.

De qualquer maneira, discutir esse tipo de ação é bastante importante –ainda que seja para comentar depois do acontecido que isso poderia acontecer mais vezes – mas é claro que deve haver cuidado para não extrapolar e realmente violentar alguém, o que seria terrível.

Ter a mente aberta em relação ao que a outra pessoa deseja também é importante, afinal, se queremos algo diferente na cama, não podemos julgar ninguém por desejos ou preferências sexuais.

Outro cuidado interessante caso a brincadeira fique um pouco mais séria é o uso de uma palavra de segurança, que deverá ser simples para ser dita e entendida quando o outro se sentir ameaçado ou mal por algo durante o sexo.

Quatro dicas para fazer sexo selvagem da melhor maneira possível

Você tem alguém que adoraria fazer algo diferente e um pouco mais selvagem com você, mas esse assunto é novo ou você gostaria de algumas dicas mais realistas do que as loucuras que você assistiu em vídeos pornô? Aqui você encontra algumas informações interessantes:

1. Tapas

É preciso ter bastante cuidado quando o assunto é bater em alguém (mesmo que durante o sexo), e você deve se concentrar no jeito certo de fazer isso, até porque, sim, existe o melhor jeito de fazer isso.

Na hora de dar um tapa em uma mulher, escolha sempre as nádegas e vá com a mão aberta bem na parte de baixo do bumbum, perto da vagina. O tapa não fará sentido se for muito fraco, mas também não deverá machucar.

Comece com uma força média e depois invista em um tapa que deverá ser forte na medida e nesse ponto irá causar vibrações na bunda que irão atingir o clitóris da mulher, e acredite, nesse momento ela irá pegar fogo de tanto tesão.

Muito importante para os homens: Isso serve para você também. Não tenha medo ou vergonha de pedir que sua parceira dê tapas em você também, e você ficará surpreso em como irá gostar e sentir tesão nesses momentos.

2. Puxar o cabelo

Muitas mulheres adoram que seus cabelos sejam puxados durante o sexo, e as melhores posições para isso são “de quatro” e quando ela está cavalgando em cima de você. Ter o cabelo puxado nesses momentos faz com que o corpo libere mais adrenalina e endorfina, que aumenta muito mais o tesão.

O cuidado aqui é puxar o cabelo bem perto da cabeça, de maneira que não irá doer e dando a você uma certa sensação de controle, e a ela, a sensação de que está sendo controlada.

3. Mordidas

As mordidas podem revelar nosso lado mais selvagem e animalesco durante o sexo, e você já pode até ter aquela parceira que adora te dar umas mordidinhas no lábio ou até mesmo em seu braço.

Na hora do sexo, as mordidas podem causar muito tesão, e você pode brincar de morder os lábios, descer, dar pequenas mordiscadas nos seios, na barriga, e até mesmo lá embaixo (mas sempre de maneira delicada, não se esqueça). Mordidas mais fortes podem ser dadas no pescoço durante uma pegada mais forte, mas lembre-se de perceber se ela realmente está gostando disso ou se está causando incomodo ou dor.

4. Tomar o controle

Vocês estão naquele beijo que logo irá virar sexo e talvez essa seja a melhor hora para tomar o controle da situação e ser um pouco mais selvagem. Pegar a mulher, encostá-la na parede com uma pegada mais forte, jogá-la na cama, tudo isso dará a ela e a você muito tesão.

Não estar no controle no sexo pode ser muito bom, e tanto homens quanto mulheres curtem isso. Normalmente, estamos no controle de muitas coisas na vida, e na hora do sexo, mudar de posição, perder os medos e se deixar ser controlado por outra pessoa pode fazer dessa experiência sexual memorável.

Falar algumas sacanagens enquanto faz tudo isso também é bastante positivo, e poderá levar vocês dois a um lugar onde nunca estiveram no sexo.

Você já teve uma parceira que gostava de um sexo mais selvagem? E você, curte isso? Costuma experimentar essas dicas em sua vida sexual? Comente abaixo!

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *