Shopping com a Mulher

Homem Preferiu Se Matar Do Que Continuar as Compras Com a Namorada

Todo mundo sabe como homens odeiam ir às compras com suas namoradas e esposas. Elas experimentam 50 roupas, 50 pares de sapato e acabam não levando nenhum. Isso quando cismaram que querem um esmalte cinza, mas, apesar dos mais de 50 tons cinza, o tom que ela quer não está na prateleira e ela não sossega até encontra-lo. Sim, ir às compras pode ser um teste de paciência e há quem prefira morrer do que provar seu amor segurando sacolas de compras.

informacoes chocantes

O caso aconteceu na China no último dia 7 de dezembro na cidade de Xuzhou, província de Jiangsu. Um homem de 38 anos estava fazendo as compras de Natal com sua namorada, quando, de repente, a pessoas começaram a ouvir uma discussão que também foi filmada pelas câmeras de segurança. De acordo com testemunhas, a conversa se deu foi esta:

Ele: “Você já tem sapatos para usar pelo resto da sua vida, por que você quer ia a outra sapataria?”

Ela: “Você é muito pão-duro! Você arruinou o espírito do Natal!”

Aparentemente ele não respondeu ao insulto, apenas jogou no chão as muitas sacolas que estava carregando e, já que estava no clima de jogar coisas, pulou do sétimo andar do shopping. As pessoas no térreo escutaram o barulho e se apressaram para vê-lo, mas ele já estava morto, ensanguentado, perto das decorações de Natal.

conquistar mulheres como essa

Cinco horas de compras

O caso se deu depois do casal estar fazendo compras há cinco horas, quando o namorado começou a pedir para ir embora, mas a namorada insistiu que continuassem as compras. Surpreende o fato que ela não estivesse cansada, mesmo a moça sendo a mais interessada no ato.

Embora seja possível questionar o equilíbrio mental do homem (se matar porque não aguenta mais fazer compras não parece um motivo, digamos, justificável), há que se concordar que cinco horas é uma paciência que só monges tibetanos têm. E o rapaz, apesar de chinês, não era monge.

Dinâmica dos relacionamentos

Outra coisa que este fato nos faz pensar é se ele era o único que estava pagando pelas compras, já que a moça o chamou de pão-duro. Imaginem só a quantidade de dinheiro gasta em cinco horas de compras com coisas aparentemente supérfluas! E é bem fácil acusar uma outra pessoa de avareza quando o dinheiro não é seu.

Além do problema de “quem paga as contas”, este caso reflete a intolerância que frequentemente há entre os casais. As pessoas se amam e acham que por isso podem submeter a outra a fazer algo que ela não gosta. O ideal é que ambos cedam um pouco em qualquer relacionamento (ele ir às compras com ela; ela assistir um filme de luta com ele), mas nunca deve haver uma situação de dominação. Namoros e casamentos são parcerias, isto quer dizer que as duas partes estão (ou deveria estar) em pé de igualdade. No caso do casal chinês, ela deveria entender que cinco horas é um tempo exagerado para qualquer um e tê-lo liberado da “obrigação” de acompanha-la. Ele, por sua vez, poderia simplesmente ter dado meia-volta e ido embora. Não que o problema do relacionamento tivesse se resolvido, mas pelo menos não teria chegado a um ponto tão dramático.

Consumismo do fim de ano

Também é importante pensar em como o fim de ano se transformou em uma desculpa para justificar um consumismo desenfreado e irracional. Os chineses, culturalmente, não celebram o Natal; os festejos natalinos na China é uma influência do ocidente. Afinal, o que é o “espírito de Natal” ao qual a moça se refere? E, embora este caso tenha acontecido na China, nos países onde a cultura é cristã, como o Brasil, o consumismo não fica para trás. Isso sem contar que muita gente contrai dívidas para pagar coisas desnecessárias. Está mais do que na hora de repensar nossos hábitos.

Portanto, no próximo fim de ano, procure entrar em um acordo com sua parceira para que ambos possam curtir esta época sem tanto stress, sem que ninguém tenha que tomar medidas drásticas para diminuir a loucura do fim de ano.

voce nao é o cara

Abaixo, as fotos da tragédia.

homemsemata3

homemsemata1

homemsemata2

Você já se irritou alguma vez que saiu para fazer compras com a sua mulher? Você costuma ir ao shopping com ela? Como é essa situação em seu relacionamento? Comente abaixo!

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (4 votos, média 5,00 de 5)
Loading...
onquistas mulheres nota 10

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.