Sexo ruim

Essas São as 4 Coisas que Mais Desanimam na Cama, Segundo as Solteiras

Sabe aquele momento na cama quando algo acontece e o clima simplesmente desaparece? Uma nova pesquisa consultou pessoas solteiras para descobrir quais são esses momentos mais incômodos e como eles acontecem. Preparado para descobrir quais são eles e evitá-los a todo o custo?

A pesquisa anual “Solteiros da América” realizada pelo site de encontros norte-americano Match.com mostra que existem algumas coisas específicas que atrapalham completamente o bom momento na cama.

Ninguém quer ter uma reputação de ser ruim na cama, é claro, e por isso talvez você queira evitar totalmente essas quatro coisas que descobrimos aqui. Por outro lado, felizmente, essa recente pesquisa sugere que é perfeitamente possível evitar que essas quatro coisas aconteçam, e isso fará uma diferença enorme na sua vida.

O “Match.com” é um dos maiores sites de namoro online do mundo, e essa nova pesquisa que foi feita reuniu mais de 5.000 solteiros de 18 anos ou mais e os consultou em relação a todos os aspectos de suas vidas românticas. Embora tenham sido encontradas muitas estatísticas divertidas na edição deste ano da pesquisa, um fato se destacou: algumas pessoas estão tomando algumas “decisões ruins” na hora o sexo.

Na pesquisa, o Match.com perguntou às pessoas solteiras quais eram as coisas que mais as incomodavam durante o sexo – ou seja, as coisas que fariam com que elas mais provavelmente classificassem aquela relação sexual como “ruim”.

82% dos solteiros disseram que “falar demais” era a maneira mais rápida de fazer o sexo ser classificado como “ruim”, seguido por “falta de paixão” com 74%, “pouco movimento” com 63% e, finalmente, um péssimo beijo com 62% dos votos.

Então, qual é o oposto de alguém que fala demais, não se move na hora do sexo e não o faz de uma maneira “apaixonada”? Talvez possamos juntar ao menos duas dessas características em uma só: a frigidez é uma das coisas que mais incomoda no sexo. Para ajudar, a pesquisa também levantou algumas questões em relação a o que torna o sexo bom.

A marca esmagadora de 83% dos solteiros “considera um parceiro atencioso e entusiasta” como o sinal número um de bom sexo. O segundo indicador mais importante de um bom sexo, segundo a pesquisa, foi a comunicação (e não falar demais), com 78%, e “beijar bem” ficou em terceiro lugar, com 76%. Todos esses três fatores, na verdade, foram mais bem classificados do que realmente a penetração em si (mais uma vez batemos nessa tecla: sexo não é só penetração!).

Vale a pena notar que todos esses fatores fazem parte de um todo. Os dados mostram que, idealmente, para ter um ótimo sexo, você deve estar genuinamente presente e vivendo o momento do sexo que está fazendo, ser uma pessoa comunicativa (mas não falar demais!) e ter a certeza de que você tem um bom beijo.

O fato é que todos esses fatores juntos podem realmente levar a um orgasmo, uma vez que as duas (ou mais) pessoas envolvidas estão realmente animadas em estar ali, deixando o tesão fazer seu trabalho, se comunicando seja com algumas dicas ou mesmo com expressão corporal e com olhares, e beijando bem.

Ainda que “beijar bem” seja muito subjetivo, a verdade é que muitas vezes não tem jeito… Se o seu beijo não combina com o da outra pessoa, as chances disso dar certo se tornam bem menores.

Corrija o que você tem para corrigir, evite falar demais, mas aprenda a se comunicar bem, e realmente esteja lá na hora do sexo. Apenas uma ereção não garante bom sexo, e qualquer pessoa espera que a outra esteja animada para que os dois possam fazer algo magnifico na cama.

RECOMENDADOS PARA VOCÊ

Você acredita que tem uma boa performance na cama, de acordo com os resultados dessa pesquisa? Já cometeu algum destes erros que desanimam qualquer transa? Comente abaixo!

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*