A Conversa Que Irá te Levar ao Melhor Sexo da Sua Vida

Como pedir para ela fazer o que você quer na cama e poder ter o melhor sexo da sua vida, e ela o da vida dela.

Tanto os homens como as mulheres sabem o que querem na cama. Sabem o quanto gostam de sexo, as posições que sempre sonharam em fazer, como querem ser tocados, etc. Mas por algum motivo, verbalizar esses desejos tende a ser mais difícil do que realizáa-los.

Mas saiba que vale a pena pensar em como fazer a sua mente falar. Emily deAyala, terapeuta certificada, presidente e diretora clínica do Houston Sex Therapy, providenciou uma série de dicas e pontos importante para falar com a sua namorada ou esposa sobre o que ela gosta na cama, e claro, como comunicar aquilo que você deseja.

Faça um favor a si mesmo, e prepare-se para falar sobre sexo.

Primeiro e mais importante: Faça isso pessoalmente

“Não se esconda atrás de um telefone” argumentou deAyala. Você precisa se sentir confortável para falar sobre sexo pessoalmente. Se você se sente preparado e animado para falar com ela a respeito de suas fantasias, novas posições sexuais, etc, mas ela não sente a mesma coisa, vocês terão uma comunicação de um lado só.

Cedo ou tarde esse desiquilíbrio será muito latente e acabará trazendo problemas e estresse para outras áreas do seu relacionamento. Seja confiante e sinta-se confortável com o que irá dizer, pois assim será mais provável que ela responda com a mesma energia quando ambos tiverem espaço para falar o que pensam.

Se você for o lado tímido do relacionamento, dê o primeiro passo para começar a conversa. Na maioria das vezes essa é a parte mais difícil. A partir daí você pode alimentá-la com a sua energia e se sentirá melhor para explicar o que quer.

“Além disso, quando as pessoas conversam pelo telefone elas não conseguem ver a linguagem corporal da outra… E o sexo se trata de ambos, mente e corpo”, disse deAyala.

Mas preste atenção na reação da sua parceira; ter essa conversa no meio da transa é bom apenas em algumas situações, em outras, pode cortar totalmente o clima.

Espere e saiba quando for o momento certo

De fato, pode parecer que nunca terá realmente o “momento certo”: você não quer estragar tudo quando estão em um momento mais quente ou apaixonado, mas também não acredita que o momento certo é durante o intervalo de um jogo de futebol, certo? Por isso, de acordo com a especialista, veja como saber quando é o momento certo:

“Durante a relação sexual, comece gentilmente fazendo pequenos pedidos. Se você tem vontade de provar uma posição diferente, não tenha medo de pedir enquanto estão na cama”, disse deAyala. Dessa forma, você pode analisar os sinais (verbais e não verbais) da sua parceira.

“Uma coisa que eu posso dizer, é para nunca ser crítico na cama,” deAyala aconselha. A pessoa costuma se sentir muito mais vulnerável quando está nua na cama, e mais sensível e insegura em relação a críticas.

Você não quer que ela pense que as suas sugestões são sinais contra as suas habilidades, que pareça que você não gosta do que ela faz, que ela faz tudo de errado, etc. “Faça seu pedido ou comentário de forma gentil, como por exemplo, ‘você pode se mover um pouquinho mais rápido? Quer colocar um pouco mais de pressão? Se importa se eu deitar do seu lado?’, mas qualquer coisa que for mais assertiva deve esperar até mais tarde”, acrescentou a especialista.

Por exemplo, se você tem um pedido específico e não sabe como a sua parceira irá reagir, é melhor deixar para ter essa conversa do lado de fora do quarto.

Novamente, preste atenção à linguagem corporal da sua parceira, se ela aparenta estar se sentindo desconfortável, espere até que ambos estejam totalmente vestidos para voltar a falar sobre esse assunto.

Pergunte a ela o que ela não gosta, e gentilmente explique-a por que provar novas posições ou mudar um pouco pode ser divertido para ambos; novamente, é apenas quando ambos se sentem confiantes um com o outro que poderão realmente descobrir o que querem.

Façam com que ambos se sintam seguros

“Muitas mulheres têm inseguranças sobre seus corpos, não apenas em relação à sua aparência, mas também como pode ser o seu sabor ou cheiro, ” disse deAyala. Você provavelmente também já sentiu isso em algum momento.

Se ela comunica ou indica através de sua linguagem corporal que se sente insegura, faça com que ela se sinta tranquila, diga que ama todas as partes de seu corpo, e isso significa todas e cada parte, e gosta mais do que de qualquer outro corpo – isso irá liberar uma enorme quantidade de tensão e inibições.

Assim que ambos se sentirem confiantes com o próprio corpo e seguros com o relacionamento, estão em um bom caminho.

Preste atenção ao seu vocabulário

Quando você está falando sobre provarem coisas novas no quarto (ou em qualquer outro lugar…cada um sabe o que quer!), deAyala diz: “quanto mais específico for, melhor.”

Não basta falar apenas que quer provar novas posições. Você provavelmente tem algumas em mente, então conte detalhadamente para ela. E se quer ter mais preliminares por exemplo, seja mais específico sobre o tipo que você gosta.

“Às vezes é útil usar estratégias diferentes”, acrescentou deAyala. “Se ela não entender quando falar de forma mais sutil, diga o que você quer em tom de brincadeira ou de sedução enquanto estiverem na cama.”

Isso também é valido no caso contrário, quando ela está tentando sugerir algo novo. Se ela se sentir insegura, peça o que quer com paixão em vez de ser crítico e grosseiro. Isso irá abrir novos caminhos para futuras conversas.

Tenha essa conversa com maior frequência

O sexo é como o estilo. Embora você sempre terá uma coisa ou outra favorita, o seu gosto irá mudar de maneira bem linear, regular. “A compatibilidade sexual é importante a longo prazo”, disse deAyala; por isso, quanto mais cedo vocês começarem a falar sobre isso, melhor.

Além disso, se você for o tipo de pessoa sexualmente aventureira, se sairá melhor a longo prazo se estiver com uma mulher que também está disposta a provar coisas novas.

É por isso que falar sobre sexo não é algo que deve ser feito apenas uma vez. O sexo que você gosta logo no começo do relacionamento não será mais tão gostoso após algum tempo, e muito menos 10 anos depois, por isso é muito importante sempre conversar sobre sexo, desejos e necessidades à medida que o relacionamento de vocês vai evoluindo.

Você tem o costume de conversar sobre sexo com a sua parceira? Em que momentos do dia geralmente fazem isso? O que mudou a partir do momento que incorporaram este hábito? Comente abaixo.

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...


Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*