Homem a Chorar

Como Superar o Término do Namoro e Esquecer a Ex-Namorada

O término do namoro às vezes pode ser traumático. Mesmo quando você viu que iria acontecer ou fez acontecer você mesmo, pode não estar pronto para o impacto do fim. De repente você está sozinho e não é mais parte de um casal. É como se fosse um míssil gigante na sua vida, destruindo seus sonhos e aspirações, tornando sua existência diária um lugar difícil e estranho de se estar.

Os sentimentos que te atacam são muitos. Pode ser raiva, dor, insegurança, tristeza, depressão, autorrepulsão e ódio. “Odeio minha ex” é uma frase comum de um garoto que acabou de viver o término do namoro. Ódio pela parceira e repugnar a si mesmo são duas emoções vividas por uma pessoa que terminou um relacionamento.

Os sentimentos depois do término do namoro podem ser avassaladores. A parte difícil é que não há regras básicas para se recuperar, esquecer a ex-namorada e seguir em frente. Dos escombros, você tem de pegar os pedaços que restaram e seguir. Primeiramente, você tem de lidar com a raiva. É bom reconhecer os sentimentos de raiva no início, mas é melhor não bota-los em prática.

Como você precisa liberar essa raiva de algum jeito, tente aulas de kickboxing ou escrever cartas de ódio para sua ex que você nunca enviará. Até esmurre alguns travesseiros e fale com seus amigos sobre sua raiva. A parte boa é que, assim como todas as emoções negativas que são expressadas, estas emoções também se esvanecerão. Nesse meio-tempo você tem que encontrar uma forma de liberar o stress.

Os sentimentos de culpa também são comuns. Você pode se perguntar o que exatamente você fez que a levou a terminar com você. Há muita busca dentro de si mesmo e autocrítica envolvida aqui para se culpar pelo fim. Os eventos do seu passado ficam tocando na sua cabeça. Mas aqui você precisa se dar um tempo e pensar positivamente sobre si mesmo. Você deve procurar a companhia de amigos e família para se sentir bem em relação a si mesmo. Ao invés de ficar remoendo o que deu errado e o que você deveria ter feito de forma diferente, você deve observar as vantagens de ter saído de um relacionamento já condenado.

Lidar com o término do namoro envolve os seguintes passos:

1. Aceitação

Reconhecer que o relacionamento acabou. Este é um estágio difícil após o término do namoro porque demoramos, deixando a coisa passar e terminamos um relacionamento com a esperança de que de algum jeito as coisas vão melhorar, mas não vão. A aceitação envolve o passo da conclusão, terminar o relacionamento formalmente, para que nenhuma aresta te preocupe ou instigue.

2. Entender por que acabou

Isso envolve a honestidade de procurar em si mesmo o porquê do término do namoro e o que deu errado do ponto de vista dos dois. Talvez isso seja útil para a saúde de seus relacionamentos futuros. Também significa evitar análises do tipo “mas se” e “e se” que são autodestrutivas.

 3. Lamentar a perda

Dê a si mesmo um tempo de ficar de luto e recolher os pedaços da sua vida estilhaçada. Pode levar de uma semana a um ano. Arranje meios de se lamentar – o ombro de um parente ou amigo, um diário, falar com um terapeuta ou caminhadas sozinho.

4. Redirecione sua vida

Dê novo significado à sua vida e tente esquecer a ex-namorada participando de novas atividades, fazendo novos amigos, fazendo coisas que sempre sonhou, mas adiava etc. Logo você entrará em novas correntes animadas da vida e suas feridas dolorosas cicatrizarão.

Para redirecionar sua vida e seguir em frente para uma vida melhor e mais feliz, você pode:

Estabelecer novos objetivos: Ao invés de ficar satisfeito com seu status atual, estipule novos objetivos para si, como melhorar seu time de futebol ou vôlei. Isso te dará novas habilidades e também um caminho para conhecer novas pessoas.

Jogue fora todos os objetos que te lembrem da sua ex: É hora de esquecer o velho e trazer o novo. Queime cartas e fotos que perturbam sua mente. Mantenha todos os objetos bem longe.

Trate-se bem: coma sua comida favorita, beba vinho, vá a um evento esportivo, ouça música, assista a filmes, tire férias etc. Vista-se bem, coma bem.[sc:artigos_relacionados]

Rodeie-se de pessoas felizes, positivas: Elas vão tirar sua mente do trauma do fim e te fazer rir das coisas leves na vida.

Seja voluntário para ajudar pessoas menos afortunadas: Ao ajudar pessoas necessitadas, você valorizará melhor sua situação atual e se sentirá menos miserável e mais realizado.

Lembre-se de porque não funcionou: Lembrar-se de erros passados vai ajudar a evitá-los no futuro e fazer de você uma pessoa melhor. Lembrar também da dor causada pelo término do namoro vai te ajudar a esquecer a ex-namorada mais rapidamente.

Aceite sua tristeza e seja gentil consigo mesmo: Não se pressione. Dê-se um tempo longe do trabalho se necessário. Compre livros e vá a workshops. Procure ajuda de um terapeuta.

Crie um ritual formal de adeus: Se seu relacionamento precisa de um fim, crie um ritual reconfortante de adeus como queimar cartas e presentes. Ou jogar fora as coisas indesejadas dela em um rio e dar adeus.

Conte suas bênçãos todo dia: Veja todos os dias como um milagre com muito o que agradecer a Deus. Isso muda o foco do que você não tem para o que tem.

Elogie-se: Faça uma lista de suas boas qualidades e lembre-se delas frequentemente para se sentir bem em relação a si mesmo.

Vá a um workshop de desenvolvimento pessoal: lá você ilumina sua autoimagem assim como conhece pessoas interessantes que querem melhorar suas próprias vidas.

5. Lidar com a rejeição

Quando alguém termina com você é um soco na sua autoestima. Pode levar a emoções negativas como tristeza e raiva. Aqui você precisa aprender a ser gentil consigo mesmo. Agilize suas atividades de prazer e vibrações positivas e não estenda essa rejeição a parceiras futuras. Evite pensamentos como “sou gordo”, “sou estúpido” e outros pensamentos autocríticos. Lembre-se o lado positivo e negativo da sua ex de forma realista.

Tente não lidar com o término do namoro das seguintes maneiras

  • Perseguindo a garota pensando que ela vai ter querer de novo
  • Isolando-se
  • Bebendo demais ou abusando de drogas
  • Tendo outro relacionamento para parar de se sentir sozinho
  • Entregando-se à depressão

6. Saindo emocionalmente forte da sua experiência

Durante a experiência da superação do término do namoro, alguém pode descobrir mais sobre si mesmo e identificar necessidades interpessoais. Uma vez que você passar pelos seis estágios e esquecer a ex-namorada, você está pronto para seguir em frente. Do ódio à sua ex, agora é hora de esquecer e perdoar e se apaixonar de novo, talvez com uma melhor garota para você.
[sc:mestre-da-seducao-depois-artigo]

O que te fez, em uma experiência passada, superar o término do namoro e esquecer a ex-namorada? Você nunca passou por essa situação antes? Então, em qual passo você se encontra agora? Comente abaixo!

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (4 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Um comentário

  1. Jose C C Costa

    Estou a viver uma separação de um casamento que durou trinta anos, tem sido doloroso para mim pois a minha ex aproveito-se de um divorcio quase por obrigação, que foi feito de acordo entre ambos por uma divida que tive as Finanças e para que não a prejudicassem a ela nem lhe fossem penhorado bens chegamos a acordo, entretanto continuamos a fazer a nossa vida como sempre, entretanto ela começou a sair com uma colega de trabalho, começou a gostar do tipo de vida que estava a levar, começaram as mentiras, as chegadas a casa as tantas da manhã, nunca fui homem de a proibir fosse do que fosse sempre foi uma mulher de total liberdade, porque sempre pensei que imperava o respeito, quando tínhamos uma pequena desavença, era eu sempre que dava o braço a troser, nesta ultima vez ela chegou a casa perto das cinco da manhã, então não lhe disse nada e estive um mês sem lhe falar, quando lhe fui falar porque eu ja não aguentava mais sem lhe falar, ela negou-se a falar comigo dizendo-me que estava tudo acabado entre nós, para eu seguir a minha vida que ela ia seguir a dela, entretanto ja passaram quatro meses ela continua a fazer a vida que tomou gosto, e eu dolorosamente sofro porque gostava dela, mas o que agrava mais a situação e que ainda vivemos na mesma habitação, por questões económicas, tem sido doloroso ver todos os dias a mulher que amamos despresar-nos como se de peçonha se tratar-se… Doloroso…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *