Divórcio

Como Pedir o Divórcio Sem Gerar Brigas

O casamento é um projeto de vida, e como todo projeto de vida, ele está sujeito a falhas. Muitos matrimônios passam por crises, algumas passageiras, já outras nem tanto, e quando chega um momento em que aquilo que construíram ao longo dos anos chega ao fim, não existe outra alternativa a não ser pedir o divórcio.

Como se não bastasse, o desgaste vivenciado no relacionamento com brigas, discussões e acusações, o processo de divórcio por quais as pessoas precisam passar para se verem separadas também no papel apenas contribui para um desgaste ainda maior. Uma separação que poderia ser amigável pode enfrentar problemas durante o divórcio, ainda mais se o casal tiver filhos, tornando essa decisão ainda mais delicada e difícil.

Apesar de o divórcio por si só ser um tema pesado e que exige muito das pessoas, ele pode ser encarado de maneira natural, sem cobranças e brigas jurídicas. Portanto, é sempre ideal optar pelo divórcio consensual, comumente mais amigável do que o litigioso.

O divórcio litigioso ocorre quando uma das partes envolvidas violou os direitos e deveres do cônjuge e assim influenciou na decisão; neste caso há um requerente (pessoa lesada, que vai pedir o divórcio) e o requerido. Já no divórcio amigável, as duas partes entram em comum acordo e por isso não há a necessidade de intervenção judicial, pois não há conflitos.

Esse último tipo de divórcio, além de ser menos estressante, é mais econômico, pois dispensa advogados e evita explicações aprofundadas sobre o motivo da separação, que costuma gerar constrangimento.

Princípios do Casamento

Existem alguns princípios que sustentam um matrimônio que são a base de qualquer relacionamento duradouro, e quando uma das partes ou ambas deixam de cumprir esses itens básicos, não resta outra saída a não ser o divórcio. Os princípios e valores conjugais primordiais são:

  • Respeito

O respeito pelo cônjuge deve ser sempre preservado. Mencionar palavras que afetem a honra, caráter, reputação, consideração, sensibilidade, amor próprio e até mesmo o lado social podem ferir a pessoa fortemente, e isso pode não ser perdoado, principalmente se elas são proferidas constantemente. Respeitar o cônjuge, assim como a si mesmo, é o primeiro elo de sustentação de um matrimônio.

  • Fidelidade

A fidelidade, neste caso a falta de fidelidade, é o que mais leva os casamentos ao fim hoje em dia. A promessa de se preservar e se manter fiel um ao outro é muito difícil de ser mantida por algumas pessoas, e isso geralmente é irreversível, pois por mais que haja o perdão, a mágoa permanece como uma sombra entre o casal. Deve-se ser fiel à sua esposa e evitar o adultério, que era até mesmo uma atitude condenável pela justiça brasileira anos atrás.

  • Coabitação

Ter um casamento significa viver juntos, dividir um lar em que ambos estejam presentes em corpo e espírito. Quando um dos envolvidos se afasta e abandona a casa, o outro pode pedir o divórcio.

  • Cooperação

Cooperar com o outro é uma obrigação no casamento. Auxiliar na vida doméstica, arcar com responsabilidades familiares e apoiar o cônjuge em todos os momentos da sua vida faz parte do pacote ao dizer “sim”.

  • Assistência

Prestar contas, auxiliar financeiramente nas despesas da casa e necessidades familiares são fundamentais para manter um casamento feliz, e isso deve partir de ambas as partes.

Formas de pedir o divórcio

Geralmente, a decisão de pedir o divórcio parte de um dos cônjuges e o outro pode concordar ou não. Porém, quando a decisão é certa e definitiva, geralmente não há nada que se possa fazer para reverter. Quando um não quer, dois não brigam não é mesmo? Quando um dos princípios mencionados acima é quebrado ou está em falta, não há muito o que se fazer para mudar isso.

Muitas pessoas ficam reclusas pensando se existe uma maneira certa de pedir o divórcio, pois não querem gerar mais brigas. Colocar um ponto final em um relacionamento de anos deixa em evidência a sua descrença no sucesso do relacionamento e, muitas vezes, simboliza que o amor acabou. Por isso, não existe a fórmula secreta e perfeita para realizar esse pedido, mas com diálogo as coisas podem amenizar muito! Veja abaixo as melhores formas de pedir divórcio sem gerar brigas.

Com respeito e consideração

Por mais que os motivos que levaram a essa decisão tenham sido dolorosos, ninguém quer passar por mais tristeza e angústia. Mostre respeito à sua esposa, chame-a para conversar em um tom ameno. Liste os problemas que estão enfrentando sem acusações ou cobranças, pondere cada item e mostre que se preocupa com os sentimentos dela, mesmo com os problemas que têm enfrentado.

Nunca faça isso por meio de mensagens de voz, chat e até mesmo telefonema. Por mais difícil que seja, a conversa olho no olho é essencial.

Deixe as culpas de lado

Ao estabelecer um diálogo e explanar os motivos, em nenhum momento aponte o dedo e exponha as culpas da parceira. Fazer ataques nesse momento é completamente desnecessário, uma vez que a decisão está tomada e não se espera mais uma melhora da outra parte. Evite esse desgaste e, por mais que pense sinceramente que a culpa seja toda da esposa, guarde esse rancor para você e aprenda a suavizá-lo com o tempo para seu próprio bem estar.

Tenha em mente que por mais que a mulher tenha errado, a culpa nunca é 100% de uma pessoa só. Seres humanos são imperfeitos e a convivência sempre foi difícil desde os tempos remotos até os dias de hoje.

Busque a aceitação

Para pedir o divórcio de forma saudável, convença-a de que essa é a melhor decisão para a felicidade dos dois e inclusive dos filhos (se os tiverem). Viver em um relacionamento fadado a brigas que não têm fim apenas deixará vocês e todos à sua volta carregados e depressivos.

Com a aceitação da outra parte e a realização do divórcio amigável, tudo fica mais fácil e menos doloroso. Decidam entre si, se tiverem filhos, com quem ficará a guarda sem restringir as visitas do outro e sem tomar atitudes radicais de separar e intervir no relacionamento com os filhos. A separação nunca pode se refletir de maneira radical na vida dos filhos.

Divisão de bens

A melhor forma de evitar conflitos é optar pela divisão de bens ou, se estiver disposto, abrir mão da sua parte pelo bem estar da cônjuge. Iniciar uma briga por bens materiais é o pior erro que se pode cometer neste momento. Após esse diálogo, é hora de dar entrada nos papeis na justiça e oficializar o divórcio.
[sc:mestre-da-seducao-depois-artigo]

Você está tentando pedir o divórcio amigavelmente à sua esposa, e não sabe como fazê-lo? O que te levou a pensar nisso? Quais são seus motivos? Comente abaixo.

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (7 votos, média: 4,71 de 5)
Loading...

20 Comentários

  1. Raimundo Viana

    Leo r, existem momentos e o momento, brigas pra que se é tão fácil dizer eu te amo!! fale isso com o diafragma, faça ela sentir sua presença, você é o alfa, pense nisso! divórcio é para os fracos, sei que você é mais forte que possa imaginas.

  2. Estou achando que nao tem mais jeito o
    respeito se acabou
    ela acha que eu a trai, mas nao aconteceu, depois disso tudo mudou pra pior

  3. Estou pensando seriamente em pedir divórcio pois parecemos totalmente diferente um do outro
    ela nao me respeita mais
    com troca de palavroes e muitas ofensas dela
    ja ouve ate vezes em que me agrediu , porem nao retribui a agressao e por isso ela me chama de frouxo

  4. Carlos André

    Olá boa noite a todos. Tô pensando em pedir o divórcio. Antes minha esposa trabalhava em empresa privada e o tempo dela era muito curto para a nossa casa. Tivemos um filho e a 05 anos ela pediu demissão para trabalhar com o pai que é comerciante com a intenção de ter mais tempo, já que nosso filho chegou e requer atenção dobrada já que é especial. Porém, não foi o que aconteceu. Ela está trabalhando de Domingo a Domingo e sem intervalo. Faz 05 anos que não tira férias e não tem um dia sequer para ir levar nosso filho a uma praia. Não aguento mais! Ela trabalha muito. Sou funcionário público e trabalho num regime de escala de 24h x 72h. Folgo 03 dias e passo 03 dias sozinho em casa na frente do pc ou lendo algum livro para ocupar meu tempo livre. Fico tbm com meu filho, e deixo pelo menos um dia na semana ele passar com minha mãe ou com a mãe dela.
    EM RESUMO: A minha separação não trata de traição. Nunca trai a minha esposa e estou totalmente decepcionado com a situação. A única coisa que peço a ela é carinho, atenção e mais tempo para mim e nosso filho. Não sei se isso é muito. Tenho minhas falhas tbm. Mas o motivo é esse: FALTA DE TEMPO.

    • Raimundo Viana

      poxa amigo, tire isso de sua cabeça, o efeito colateral dela ter saído do emprego foi negativo para você, pra ela deve ter sido bom, até porque trabalhar de domingo â domingo, não é pra qualquer um!! ela é guerreira, já que postou aqui posso te dar um apoio neste quisito, pense assim, você tem 24 horas de folga, negocie com ela para trabalhar umas 3 folgar com ela e peça para o sogrão liberar ela pra você uma semana, vá a praia que você quer ir tanto, imagine aí você trabalhar todo esse tempo sem tirar férias, o seu guri precisa de vocês dois mais do que possa imaginar, sei que de fora tudo parece ser mais fácil. o diálogo entre vocês deve existir, ela deve se sentir bem perto do pai, tranforme isso em um bem!!não peça divórcio, você deve pensar na corrente toda, seus familiares e os familiares dela, o que Deus uniu somente a morte pode separar!! por favor não faça isso!!tenho uma filha de 20 anos está na faculdade, mora em outra cidade e minha esposa fica em casa o dia todo, ela cuidava da minha filha e fez isso até os 18 anos, consegue imaginar o vazio que ela sente agora, eu trabalho do ADM, e tento entender como ela consegue viver assim!!

  5. EU quero separação não aguento mais minha esposa ,ela é agressiva e não aguento mais isso mais envolve meu filho apenas 2 anos não sei o que fazer agora que envolve filho ..

    não tenho esposa tenho demônio na casa

    • Paula Cristina Miranda

      Eu kero o divórcio foram 25 anos ele não será k não vo ter

    • Raimundo Viana

      Toda ação gera uma reação!! se ela é um demônio você é o quê afinal?? Um anjo? um Deus? ou quem sabe, outro demonio, cara na boa, carregar um guri na barriga por 9 meses, ficar passando raiva e depois ainda ficar limpando as merdas do guri, isso deve ser levado em consideração, tudo bem mãe é mãe, dê um pouco de razão a sua senhor esposa, seja empático, afinal vocês se escolheram, não foram forçados a nada, tudo tem ônus e bônus!! seja paciente, já sei é muito paciente, se fosse não estaria pensando nisso!!sabes um dos grandes problemas nossos, é quando encontramos a cara metade e queremos manter o mesmo rítimo de solteiro, mulher quer apenas uma coisa da gente EXCLUSIVIDADE!! você é o cara pra ela!!você sabe de tudo que ela gosta e o que não gosta! e uma coisa, tem o fruto do amor de vocês, não dedique todo amos ao guri, ela faz parte de sua vida!! o guri quando completar sei lá os 24 anos nem vai querer saber de ti!!

  6. Trai minha mulher, ela disse que tinha me perdoado, eu mudei mas ela ficou me traindo algumas vezes, foi pro carnaval e ficou como uma cadela no siu, o problema que descobri, 9 anos depois, estou pirando procurando coisas que nem quero e nem vou fazer mesmo so pra me vingar, acho melhor me separar mas ela nao quer.

    • Raimundo Viana

      Músicas dizem que mulher não traí mulher se vinga, a culpa é tua pisou na bola e ainda acha que ela é errada, francamente cara, francamente, quem ama não traí!! ninguém ama ninguém!! só o fato de desejar uma mulher que passa com aquele corpo turbinado, isso já é traição!! em fim, cristal quebrado não cola jamais!! se partir pra outra, não ficará livre do xifre, uma vez ferido sempre ferido!! e mais, o que os olhos não veem o coração não sente!! deixa por menos, transforme essa dor e reconsidere tudo, tenha forças!!

  7. Acho que todos temos o direito de sermos felizes, coisa que nao sei o que é a anos, ja pensei e repensei, pois o meu maior medo seria o do arrependimento, mas nao tem jeito, decisao tomada. Vida nova.

  8. A muito tempo que peço o divorcio e ele nunca aceita,pois n, amo mais ele.
    Quero ser uma mulher livre e que n, tenha mais compromisso com ele.
    N,tem mais volta n, adianta mais nada
    Pois cansei de ficar com uma pessoa sem gostar

    • Meu amigo!

      Estou passando a mesma coisa, mas jamais eu diria com tanta certeza que é por causa de uma única pessoa. Verifica os seus conceitos e observa se não tem parte desta culpa.

      Ela trabalha fora? se sim! você deveria ajudá-la, pois os direitos são iguais, mas se você é um daqueles que deita no sofá e a mulher faz tudo, fica difícil realmente.

      Falta de diálogo, falta de carinho, nunca espere mostre o seu carinho, porque é dando que se recebe.

      Procura ver se a sua esposa não está doente, pois pode está se sentindo sobrecarregada com muitas tarefas e está desenvolvendo uma depressão.

      Quando um não quer dois não brigam. Vai para a rua, fala com os amigos, toma um refrigerante ou uma cerveja se beber, e depois ao retornar quando as coisas estiverem melhor procure resolver com calma e se realmente não houver mais nenhuma cumplicidade entre o casal, e o melhor remédio é o divórcio.

    • Luciana.

      O que está faltando para você pedir o divórcio?

      Ele não aceita! Isso não existe! se não tiver condições procure uma vara de família no fórum onde reside e ele indicará um advogado(defensor).

      Você não informou se ele te maltrata, se ele te ameaça e etc. Mas se não for isso, pode ser que ele te algumas regalias e você não quer perder.

      Seja corajosa, arrume um trabalho se for o caso e siga para a felicidade.

      Um abraço!

  9. Quero pedir o divórcio ao meu marido pois ele sempre coloca o serviço em primeiro lugar e não se importa com a família quando não está jogando videogame está no celular! Não me da atenção e é agressivo com a filha .não amo mais, não quero mais saber dele.

    • Raimundo Viana

      A culpa é tua!! esse cara gosta de video game e do trabalho, pense no lado positivo, treine o video game e tente vencer ele em jogos e jogue apostando sei lá, beijo, quem perder lava os pratos, quem perder faz a comida, o passa tempo ou higiene mental propriamente dita é o GAME, e a sua qual é??em fim tente ser empática também, você sabe como é a rotina internamente do trabalho dele, os profissionais dedicados são poucos e o caso deste camarada é clássico, ele deve ter pilhas e pilhas de problemas no dia a dia, e em casa ele procura o conforto, criança chorando é pauleira, mulher stressada é pauleira, ainda bem que ele não enche a cara!! ajude este pobre coitado!!

      • ezequias silva

        kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk comente mais raimundo viana kkkkkkkkkkkkk hÕ HOMI ENGRAÇADO KKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  10. Sim estou decidido a pedir o divorcio.
    Os motivos, falta de condições de se ter diálogo, competição, falta total de carinho, falta de cuidados como alimentação cuidados com a casa, comportamento agressivo (verbal), vingativa, brigas exessivas ( por parte dela)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *