Brochada

Como Lidar com uma Brochada

Muitos homens têm problema em lidar com uma brochada, e muitas mulheres entendem que o ponto principal do orgulho masculino está pendurado no meio de suas pernas.

Mas do ponto de vista feminino, você pode confiar, as mulheres heterossexuais amam esse ponto tanto como você, e é por isso que é definitivamente algo decepcionante quando seu melhor amigo falha na hora de cumprir com o seu dever.

Mas, antes de dar por morta a sua hombridade, é importante dizer que o fracasso de uma ereção faz parte da natureza da vida, e sendo assim, pode acontecer de vez em quando.

Não há dúvidas de que isso causa constrangimento para o homem, e as mulheres são mais do que empáticas, você pode confiar nelas, não há motivo para chorar por um ocasional pênis mole.

Se você é vítima desse acontecimento que é mais comum do que você gostaria de acreditar, essa é a maneira que, de acordo com uma pesquisa, a maioria das mulheres gostaria que você lidasse com a situação:

Diga que não é culpa da sua parceira

(Ao menos que seja; porém, se está tentando transar com uma mulher que não se sente atraído, isso questiona algumas das decisões mais importantes da sua vida).

Mas, suponha-se que você está tentando transar com uma mulher pela qual você sente realmente atração. As mulheres (na verdade, todas as pessoas) são inseguras, especialmente quando se trata de sexo e intimidade. Assim, se você está tendo relações sexuais com uma mulher e de repente brocha, ela poderia pensar (e é bem provável que pense) que é por culpa dela.

É por isso que a primeira coisa que você deve fazer é garantir à sua parceira que você sente atração por ela, que o corpo dela é espetacular, que ama a sua maneira de ser, pensar, etc. Garanta a ela que isso não é culpa dela, pois é isso que muitas provavelmente precisam escutar.

“Um erro frequente que as mulheres cometem quando seus parceiros sofrem com uma disfunção erétil é assumir que é culpa delas”, disse Holly Richmond, psicóloga somática e terapeuta sexual certificada. “99% das vezes não tem nada a ver com ela. O que escuto dos meus clientes homens que sofreram com disfunção erétil é que, na verdade, suas parceiras os excitam muito.”

Richardson explica que na maioria das vezes a disfunção erétil ocorre devido à ansiedade, tal vez porque isso já aconteceu antes e por isso o homem teme que irá voltar a acontecer, ou a situação gera ansiedade, o que significa que está oprimido pelo momento, está pensando demais com a cabeça de cima e não o suficiente com a de baixo.

Não se puna excessivamente

Todos sabem que você irá se sentir envergonhado, e está tudo bem em se sentir assim. Não há como evitar. Mas você não deve se punir por muito tempo. Ficar deprimido demais, pedir desculpas excessivas, ou pior, suspender o sexo por completo, são algumas das piores coisas que qualquer homem pode fazer.

“Muitos homens vêem o coito como o ponto culminante e todo o resto do sexo como algo em segundo plano”, disse Jennifer Valli, terapeuta sexual certificada. “Eles não percebem que a maioria dos homens pode ter um orgasmo com um pênis semi-rígido ou moderadamente duro, e a maioria das mulheres não necessariamente chega ao orgasmo com a penetração. Devido ao medo do fracasso, o homem e sua parceira acabam perdendo toda a conexão íntima, enquanto que quanto mais relaxado sexualmente o homem estiver, mais fácil será relaxar, e a ansiedade é algo contagiante.”

Não deixe que o prazer seja detido

Como foi dito anteriormente, a pior coisa que você pode fazer é encerrar toda a interação. Você pode se sentir desmotivado, e isso é normal, mas a sua parceira ainda gosta de você. Ela ainda quer ter um orgasmo. Existem muitas outras maneiras que vocês dois podem curtir juntos sem que haja a penetração, e o mais importante, você pode ficar animado novamente durante este processo.

“Nós temos mãos, dedos, línguas, dedos dos pés, somos seres erógenos da cabeça aos pés”, disse Lawrence Siegal, terapeuta sexual. “Também pode ser uma boa oportunidade para ambos aprenderem a se divertir sem o imperativo de condução do orgasmo, quando o foco deve ser o prazer”.

Se se torna algo crônico, não sinta vergonha em procurar ajuda

O fato é que todo homem experimentará ao menos um momento de disfunção erétil na sua vida, e conforme vão envelhecendo, isso se torna ainda mais comum. Mas, se isso acontece com maior frequência, não há nada de errado em procurar assistência médica ou psicológica para resolver (e curar) a disfunção erétil.

Normalmente, quando isso ocorre com homens mais jovens, é algo situacional, disse Ian Kener, psicoterapeuta e consultor sexual. “Se um homem de 30 anos está enfrentando problemas de disfunção erétil e não é situacional, pode ser um efeito colateral de algum medicamento ou sintoma de algo que está acontecendo com a sua saúde”.

Por exemplo, homens com doenças cardíacas frequentemente apresentam disfunção erétil situacional. O estilo de vida também desempenha um importante fator, como por exemplo a sua dieta, fumar, bebidas alcoólicas, exercícios físicos, etc.

Existem muitos tratamentos disponíveis para a disfunção erétil, então fale com o seu médico para identificar a causa e encontrar uma solução. Agora, se for apenas uma brochada, você já sabe como lidar para continuar a brincadeira da melhor maneira possível.

RECOMENDADOS PARA VOCÊ

Você já brochou alguma vez na cama? Como foi a situação com a sua parceira? Ela ficou chateada? Como vocês contornaram isso? Comente abaixo!

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*