Como Fazer Sexo (Quase) de Verdade Sem ao Menos Tocar Outro ser Humano

O sexo é ótimo. Os homens adoram; as mulheres adoram… Todas as pessoas, com algumas exceções, gostam de ter relações sexuais. Porém, é uma grande verdade que nem todos têm uma parceira quando precisam de um, e é por isso que várias empresas de tecnologia estão tentando descobrir a maneira mais realista de conseguir isso sem precisar ter, de fato, uma pessoa real envolvida na história.

Nas últimas semanas, um grupo de empresas da indústria do sexo estreou um novo método intrigante que traz novidades ao sexo solo realista. Ao conhecer essas novidades, percebemos que elas são animadoras, mas que são também incrivelmente complicadas e que envolvem alguns milhares de dólares em equipamentos – mas certamente isso é algo único e sentimos uma certa inveja daqueles que puderam testar o método.

O processo é chamado de “Intercourse Virtual com uma Pessoa Real”, e faz com que o sexo se pareça mais real do que nunca quando falamos em sexo virtual. A “VIRP”, sigla dada ao processo, permite que os clientes se conectem a uma boneca sexual, brinquedos sexuais e óculos e fones de ouvido de realidade virtual, e assim eles têm acesso a uma artista online que completa toda a experiência.

A experiência combinada de transar com uma boneca com órgãos genitais vibrantes enquanto usa um óculos de snowboard para smartphones soa esmagadora e cansativa, mas certamente é mais imersiva do que recorrer aos sites de pornografia comuns e usar as mãos como todos nós fazemos.

Então, como essa invenção extraordinariamente complicada e potencialmente atrativa funciona de verdade? A VIRP é uma colaboração entre o “CamSoda”, um site de webcams online, e o RealDoll, um dos fabricantes mais conhecidos de bonecas sexuais e robótica sexual. A “Lovense”, uma marca popular de brinquedos sexuais conectados à internet – também conhecida como “teledildonics” – também está colaborando.

Precisa de ajuda para entender como todas essas coisas se acumulam para criar uma experiência sexual de alta tecnologia? É assim que a “CamSoda” se posicionou em um comunicado para a imprensa:

“A RealDoll está equipando as vaginas de suas bonecas com o Lovense Max, um masturbador masculino de alta tecnologia que imita uma vagina e se junta também ao movimento tátil da Lovense Nora, o vibrador em forma de coelho original. Através dessa parceria, algumas modelos da CamSoda selecionadas terão a Lovense Nora nesse par com o Lovense Max dentro dos RealDolls. Usuários com um fone de ouvido RealDoll e VR Lovense Max, como o Google Cardboard, possuem um modelo CamSoda privado para uma transmissão VR. Eles então fazem sexo com a boneca, enquanto a modelo insere o Lovense Nora em sua vagina, então o sexo com a boneca se parece com o sexo da vida real com uma de nossas modelos “.

Ainda está animado com a experiência?

“As pessoas há muito tempo especularam sobre como a indústria adulta aproveitaria perfeitamente sua tecnologia de ponta para oferecer a melhor experiência sensorial, que imita a interação da vida real e, claro, a relação sexual”, disse Daryn Parker, vice-presidente da CamSoda em um declaração. “A nossa parceria com a RealDoll procura permitir que nossos fãs tenham essa experiência, que é a mais realista possível até o momento. Essencialmente, os usuários poderão viver suas fantasias sexuais definitivas e superar seus desejos imediatos, em um ambiente sensorial imersivo que lhes permita ter sexo real com parceiros virtuais, e isso é muito positivo, apesar do processo não ser tão simples assim”.

Se formos sinceros, todos nós pensávamos que sabíamos muito sobre masturbação, mas toda essa integração proposta pela CamSoda com a realidade virtual e as bonecas sexuais está em outro nível. Mas é claro que nada disso é barato.

O lançamento dessa tecnologia registrou o preço base de um torso RealDoll (sem a cabeça ou membros, apenas um torso com o qual você pode fazer sexo) em 1.500 dólares. Bonecas completas podem ultrapassar os 10.000 dólares. Então, você tem um fone de ouvido VR, o que, surpreendentemente, não é muito caro se comprado fora do Brasil (você pode conseguir um Samsung Gear com desconto por 26 dólares). Mas você também precisa de uma configuração completa do “teledildonics”: o Lovesense Max custaria cerca de 100 dólares, e o vibrador fêmea “Nora” mais 100 dólares.

A “CamSoda” observa que o custo não precisa ser tão grande, já que você pode abrir mão da boneca e apenas conectar seu Lovense Max à unidade Nora de uma de nossas modelos.

A CamSoda diz ainda que cerca de 30% das suas modelos têm seus próprios vibradores conectados, e que eles possuem cerca de 300 modelos online a qualquer momento. As sessões VIRP serão organizadas como qualquer outro serviço no site, mas provavelmente implicarão o pagamento para um show privado da modelo escolhida.

A CamSoda completa que seus clientes estão definitivamente interessados ​​em tecnologia-sexual, então, para algumas pessoas que já têm muito interesse no sexo simulado, este é apenas mais um aumento em toda essa realidade.

Para quem não tem todo esse dinheiro, temos o Tinder, o Hinge, o Bumble e o Grindr que ainda são gratuitos.

RECOMENDADOS PARA VOCÊ

Você passaria por uma experiência como essa para ver como funciona? Acredita que pode mesmo se parecer bastante com uma relação sexual? Comente abaixo!

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*