Casal de mãos dadas

Como Esses Casais Transformaram um Caso de uma Noite em um Relacionamento

Você pode pensar que é apenas uma conexão casual – mas a ciência diz que as chances são boas, e que um casinho de uma noite poderia se transformar em muito mais.

Quando Rodrigo conheceu Antônia no Tinder, ele não estava procurando uma relação de longo prazo. Eles flertaram durante alguns meses antes de Antônia ter convidado ele para um jantar em um restaurante mexicano.

“Nós tínhamos concordado com antecedência de que este seria apenas um encontro comum, para que possamos avaliar primeiro o interesse e certificar-se de que nenhum de nós era um serial killer”, diz Rodrigo, de 28 anos, instrutor de engenharia. “A ideia era mover-se em direção a algo casual, mas não havia intenção de nada acontecer neste primeiro encontro”.

Na noite em que se conheceram, Antônia entrou no restaurante com um vestido que chamou a atenção de Rodrigo por ser o tipo de vestido que ele gostava em uma mulher, e esse era um sinal óbvio de que eles tinham muito em comum.

Depois do jantar, eles tomaram um sorvete e foram para a casa dele para assistir a “Penny Dreadful”. Naquela noite, eles dormiram juntos pela primeira vez e descobriram que tinham uma forte química sexual. Eles continuaram a fazer sexo nos próximos quatro meses, até que um dia Rodrigo percebeu ter desenvolvido sentimentos por Antônia. Em primeiro lugar, eles foram pegos de surpresa. Isso não era o que nenhum deles esperava.

“Nós estávamos passando tanto tempo juntos e falando mais sobre nós mesmos e sobre nossas vidas, mesmo sem que frequentássemos muito a casa um do outro, eu acho que um relacionamento simplesmente se desenvolveu em segundo plano sem que nenhum de nós percebesse”, Rodrigo diz. Eles já namoravam desde então.

Começar um namoro logo depois de um lance que teoricamente seria de uma noite pode parecer contra intuitivo. Na era do Tinder e de tantos outros aplicativos, nunca foi tão fácil ter sexo casual, e para muitos, o propósito de tais aplicativos é se conectar com várias pessoas sem compromisso.

Mas em muitos casos, o sexo casual pode levar a algo mais sério. Embora não haja dados confiáveis ​​para sugerir a frequência com que isso realmente acontece, de acordo com a antropóloga biológica Helen Fisher, cerca de 30% dos relacionamentos começaram como um simples lance de uma noite.

Além disso, enquanto os estereótipos culturais sugerem que os homens são mais propensos a procurar relações de uma noite do que as mulheres, a pesquisa indica que a verdade é mais profunda do que isso. Na verdade, os homens são três vezes mais propensos a querer transformar uma relação de uma noite em um relacionamento do que as mulheres, de acordo com uma recente pesquisa.

Uma razão para esse fenômeno? As pessoas que estão na vida de solteiro e parecem felizes ainda podem estar inconscientemente à procura de uma boa parceira, de alguém que seja “diferente e especial”, disse Grant Langston, diretor executivo da “eHarmony”.

Essa pesquisa também indicou que os homens são 43% mais propensos a acreditar que o sexo ajuda a construir uma forte conexão emocional, o que faz muito sentido quando você pensa sobre isso: ter sexo casual logo no primeiro encontro, sem dúvida, torna mais fácil construir uma forte conexão emocional com alguém, porque você já atravessou uma grande barreira de conforto (ou seja, você já viu a outra pessoa nua em um momento super íntimo).

“Você já sabe como essa pessoa é na cama. À medida que vocês se conhecem, tudo isso ainda vai melhorar, e a partir daí e você passa a desenvolver mais sentimentos. Você pode realmente conhecer melhor essa nova pessoa”, diz Langston.

Embora diferentes fatores como a sorte, o tempo e a compatibilidade, obviamente, desempenhem um importante papel em saber se um caso de uma noite pode evoluir para algo a mais, alguns podem argumentar que a biologia humana nos predispõe a desenvolver sentimentos mais profundos por alguém com quem fazemos sexo apenas uma vez.

Embora tenha sido escrito muito sobre o papel que a oxitocina, ou o “hormônio de ligação”, desempenha no desenvolvimento de sentimentos de ligação pós-coital, ter relações sexuais também aumenta o nível de dopamina nos nossos cérebros, que também pode atuar como um “agente de ligação” diz Langston.

Dito isto, nem todos estão interessados ​​em um relacionamento, e algumas pessoas podem realmente usar os aplicativos apenas para conseguir algo casual e de curto prazo. Embora não seja incomum um caso de uma noite se transformar em um relacionamento organicamente, é importante notar que, se você começar a desenvolver sentimentos por sua parceira além da atração sexual, elas podem não estar na mesma página. É por isso que é importante estar aberto sobre seus sentimentos logo após o sexo.

Rodrigo diz que ter baixas expectativas permitiu que ele e Antônia estabelecessem um nível de confiança sem interferir em uma maior pressão para que as coisas funcionassem. “Desde o início, houve uma grande abertura e honestidade”, diz ele. “Eu sentia que seria algo temporário, então foi fácil apenas definir desejos e necessidades precocemente”.

Então, os relacionamentos que começaram com encontros ocasionais realmente podem durar? Marcos, que casou com sua esposa Maria há 29 anos, diz que sim!

Na verdade, Marcos e Maria haviam se encontrado duas vezes antes de iniciarem um relacionamento – uma vez quando Marcos tinha 20 anos e viu Maria em uma praia no Rio e, novamente, cinco anos depois em um torneio de tênis. Eles começaram a conversar e, eventualmente, começaram um relacionamento casual. Marcos já havia se divorciado uma vez e estava “cético” em relação a se casar novamente. Mas quanto mais tempo ele passava com Maria, mais ele tinha sentimentos por ela.

“Depois de nos juntarmos, era como se eu não tivesse vontade de sair e ver ou namorar outras mulheres”, diz Marcos, de 57 anos. “Eu estava pensando: ‘Esta mulher satisfaz todos os meus desejos, e nos damos muito bem. Sinceramente, não sei como posso fazer melhor do que isso'”.

Então, como você realmente pode saber se um caso de uma noite pode ser o verdadeiro amor? Se você está tendo um sexo incrível várias vezes durante um caso de uma noite, mas vocês não têm muito a dizer um ao outro depois disso, isso é um bom sinal de que é apenas a luxúria falando, diz Sullivan. Mas se você estiver se conectando e curtindo a companhia da sua companheira antes e depois do sexo, pode haver algo mais profundo lá que valha a pena explorar.

Langston diz ainda que “a melhor maneira de entender se uma pessoa é uma boa parceira para você é vê-la em muitas circunstâncias diferentes. Você quer ver essa pessoa depois de um dia ruim e depois de um ótimo dia. Você quer ver essa pessoa depois de ter bebido demais e quando vocês estão entediados. Você quer ter tantas experiências quanto possível com essa pessoa e aí começam os relacionamentos.”

RECOMENDADOS PARA VOCÊ

Você já teve um relacionamento desenvolvido depois de uma noite de sexo casual? Como foi essa experiência? Comente abaixo!

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*