Home » Sexo » Dicas de Sexo » Como Conseguir a Ejaculação Feminina
Ejaculação feminina

Como Conseguir a Ejaculação Feminina

Muitas vezes as pessoas chegam a duvidar da existência da ejaculação feminina, já que na sociedade as pessoas estão condicionadas pelo que é considerado relativamente “normal”, e assim, elas não se centram nestes pequenos detalhes.

Assim como o ponto G nas mulheres, a ejaculação feminina também foi descoberta. As mulheres produzem uma descarga vaginal no momento em que ficam excitadas e tudo isso lubrifica as paredes vaginais e as prepara para a penetração no momento do sexo para que não seja dolorosa.

Porém, vários estudos realizados foram capazes de comprovar que muitas mulheres, além de segregar essa lubrificação, também desprendiam um líquido através da uretra no momento da relação sexual. A questão é que, como você pode imaginar, este líquido não é urina, é uma ejaculação e não uma simples lubrificação, como dito anteriormente.

Além disso, as pesquisas contrastadas dizem que ao ejacular quando se tem um forte orgasmo, as mulheres têm a sensação de urinar, e é por isso que por muitas vezes elas não se deixam levar, devido ao medo.

Quando os casais vivenciam a ejaculação feminina, percebem que essa secreção não cheira a urina, e quando molha os lençóis, nota-se que a lubrificação e a descarga vaginal foi tão grande que não foram consequência de estarem contidas no momento de irem ao banheiro.

Mas é importante dizer que nem todas as mulheres podem alcançar a ejaculação feminina, mas pode ser que esse número seja muito maior do que as que acreditam que possam, já que, como dito anteriormente, elas não se permitem e se contêm no momento de ejacular, seja sozinha ou acompanhada.

Se fosse um caso de retenção de urina, é hora de descartar essa hipótese. Basicamente porque a mulher ainda não sabe como fazer.

Neste artigo, você verá algumas técnicas para fazer com que a sua parceira tente ejacular e não perca mais nada dessa sensação de prazer incrível. Ela aprenderá a conhecer o seu corpo e a viver o sexo sem tabus, que é assim como ele deve ser tratado.

Quando uma mulher ejacula, ela aproveitará ainda mais o sexo como você. Assim, prepare-se para entrar nessa aventura com ela.

Para começar, você deve explorar todo o corpo da mulher, e inclusive incentivá-la a se masturbar para que conheça bem o seu corpo e saiba o que realmente lhe proporciona prazer.

Se você ou sua parceira têm preconceito com a masturbação feminina, é hora de acabar de uma vez por todas com eles, pois só assim poderão chegar ao máximo do prazer sem que ela se sinta culpada.

Instruções para alcançar a ejaculação feminina

1. Se você está com a sua parceira, o ideal é começar com alguns beijos, já que para as mulheres os beijos as excitam demais e é o momento ideal para criar um momento mais íntimo e começar a se unir. Você poderá mesclar alguns beijos macios e outros apaixonados. De vez em quando, alguns com língua e brincar com a sua parceira.

Quando a sua parceira estiver sozinha, diga a ela para se olhar no espelho e ir acariciando o seu rosto e pescoço dizendo algumas palavras agradáveis ou apenas olhando para si mesma, como nunca fez.

Ao se masturbar, a mulher passa a conhecer melhor o seu corpo e o que realmente lhe dá prazer. Muitas vezes ela acaba descobrindo pontos de prazer que nunca imaginou que existia.

2. Uma massagem sensual é ideal para continuar com a brincadeira, acariciando cada centímetro da pele suavemente e com movimentos longos. Mantenha contato tátil e apaixonado sem chegar à vagina, pois assim estará incentivando a sua parceira a chegar ao momento mais erótico.

3. Agora com a sua mão, coloque os seus dedos em cada lado da vagina, abra com suavidade, com os dedos vá abrindo os lábios e então vá massageando e esfregando lentamente toda a área com movimentos circulares à direita. Esfregue e estimule por cima com todos os dedos da mão ainda que utilize mais uns do que os outros. Faça isso por alguns minutos, até sentir que os dedos estão começando a ficar molhados.

4. Então, coloque o dedo do meio da mão direita em meio à abertura da vagina enquanto a acaricia suavemente, e enquanto faz isso em sua parceira, poderá beijar e acariciar com suas mãos e boca a sua parceira, tanto na boca, nos peitos, ou a área que tiver vontade e que ela goste. Não esqueça de fazer com que a sua parceira se sinta confortável para poder curtir todo o prazer possível.

É importante que vocês tenham uma boa comunicação, e se em algum momento ela não gostar de algo, é essencial que exista a confiança entre vocês para que ela possa ir direcionando o momento.

5. O seu dedo é então inserido na vagina até o ponto G (se você ainda não souber exatamente onde fica esse ponto, é o momento ideal para procurá-lo). Faça a massagem de forma circular, mas sem apertá-la, porque deve-se evitar qualquer tipo de desconforto ou dor, e depois de alguns segundos, poderá introduzir outro dedo, o que achar melhor, e continue o movimento por alguns minutos.

6. É importante adicionar outros movimentos depois de ter atingido este ponto, e esses movimentos são: use seus dedos e dobre-os para cima até atrás da palma da mão tocando a parede superior da vagina e a área do ponto G.

Outro movimento para fazer em seguida é enganchar os dedos ao osso púbico e pressionar o ponto G com um movimento vibratório de dentro para fora sem deixar de pressionar. O terceiro movimento é deslizar para frente e para trás os dedos sobre essa área do ponto G.

7. A sua parceira irá sentir uma série de contrações nas paredes vaginais, já que ela estará desencadeando um orgasmo vaginal, ainda que o tempo varie de acordo com cada pessoa. Pode ser 2 minutos ou 10 minutos. Se ela realmente quer ejacular, é essencial que você continue estimulando-a.

Será um poderoso e profundo orgasmo vaginal, e mesmo que ela não consiga ejacular logo na primeira vez, terá uma sensação incrível.

Se ela ficar concentrada no fato de que tem que ejacular, é muito provável que não consiga, pois ficará mais focada nesse pensamento do que em desfrutar da masturbação do seu corpo e do prazer que está experimentando. Ela só precisa se deixar levar e sentir o máximo prazer possível. É o momento dela

O que você precisa para proporcionar a ejaculação feminina à sua parceira?

  1. Um lugar confortável;
  2. Intimidade;
  3. Prática.

Dicas para obter a ejaculação feminina

  • Quanto mais prática você tiver, e quanto mais a sua parceira conhecer o seu corpo, menos custará que ela atinja a ejaculação feminina.
  • Nem todas as mulheres ejaculam, mas com esta técnica ela poderá alcançar orgasmos mais fortes, além de você e ela poderem adaptá-la ao corpo dela e à sua maneira de sentir.
  • Não fiquem obcecados, já que muitas mulheres ejaculam apenas ao tocarem o seu clitóris, mas a sua parceira pode não ser uma delas. Também pode acontecer uma vez e depois demorar um pouco para acontecer de novo.
  • Diga a ela para não ter medo, porque irá sentir algo estranho que nunca experimentou. Sempre há uma primeira vez.
  • Ela não deve ter medo se urinar pela primeira vez, isso pode acontecer, mas é algo normal e corriqueiro. Não se contenha e curta esse momento com todas as forças.
  • Se ela não se sente totalmente confortável com você e consigo mesma, é impossível chegar à ejaculação feminina. A primeira coisa é se amar.

O importante é explorar, e se não encontrar o ponto G, não tem problema, aproveite e curta o momento. Quando os dois estiverem totalmente concentrados no prazer que estão sentidos, a ejaculação feminina virá.

Você já presenciou alguma vez a ejaculação feminina? Tem vontade de fazer sua parceira chegar lá? Comente abaixo!

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (3 votos, média: 4,00 de 5)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *