Home » Sexo » Jogos e Fantasias » Campanha Quer Proibição de Robôs Sexuais

Campanha Quer Proibição de Robôs Sexuais

Uma campanha foi lançada no Reino Unido pedindo a proibição do desenvolvimento de robôs que podem ser usados para o sexo. O tal uso dessa tecnologia, de acordo com a líder da campanha Dra. Kathleen Richardson, é desnecessário e indesejável.

As bonecas sexuais que já estão presentes no mercado ficaram mais sofisticadas e alguns fabricantes agora estão querendo incluir inteligência artificial nos seus produtos.

Pessoas que trabalham nessa área dizem que há uma enorme demanda para criar tais robôs.

A Dra. Richardson, especialista em ética de robôs da Universidade de Montfort, em Leicester, Reino Unido, quer aumentar a conscientização sobre o problema de convencer os produtores dos robôs sexuais para repensar a forma de como essa tecnologia é utilizada.

“Os robôs sexuais parecem ser um foco crescente na indústria da robótica, e os modelos que estão sendo desenhados – como será sua aparência, qual papel terão, etc. – são de fato muito preocupantes.”, disse Richardson.

Ela acredita que eles reforçam os estereótipos tradicionais das mulheres e reforçam a ideia de que um relacionamento não precisa ser nada mais do que físico.

“Acreditamos que a criação dos tais robôs irá contribuir para prejudicar o relacionamento entre homens e mulheres, adultos e crianças, homens e homens e mulheres e mulheres”, disse ela.

Motor de auto-aprendizagem

A Abyss Creations, empresa que vende brinquedos sexuais masculinos e femininos, agora está começando a introduzir a eletrônica em suas criações.

Enquanto isso, a True Companion, se gaba de estar desenvolvendo o “primeiro robô sexual do mundo” e promete lançar a sua primeira boneca, a Roxxxy, ainda este ano, porém não se sabe quando chegará ao Brasil.

O executivo-chefe Douglas Hines, acredita que há uma necessidade real de tais produtos como a Roxxy.

“Nós não estamos querendo substituir a esposa ou namorada. Esta é uma solução para as pessoas que não estão em um relacionamento ou alguém que perdeu seu cônjuge. As pessoas podem encontrar felicidade e satisfação de maneira que não seja através de um humano” disse o executivo-chefe.

Ele também disse que acredita que Roxxxy acabará se tornando um mecanismo de auto-aprendizagem capaz de falar com o seu proprietário e aprender o que ele gosta e não gosta.

“O ato físico do sexo será apenas uma pequena parte do tempo que você passará com um robô do sexo – a maior parte do tempo será gasto socializando e interagindo”, contou.

Alguns especialistas sãos céticos em relação às alegações feitas para Roxxxy, dada a enorme complexidade de criar máquinas inteligentes, mas a primeira versão – que será vendida por cerca de 7.000 dólares, já teve milhares de pré-encomendas, de acordo com o Sr. Hines.

Dr Kevin Curran, membro sênior do Institute of Electrical and Electronics Engineers (Instituto de Engenheiros Elétricos e Eletrônicos), acredita que nesses produtos está a ponte de se tornarem um forte alvo no mercado de massa.

“Nós seríamos ingênuos se ignorássemos a força do mercado para ‘robôs íntimos’. Construir robôs humanoides é algo muito fácil, uma vez que o mecanismo foi criado,” disse Curran.

Companheiros atraentes 

David Levy, autor do livro Love and Sex with Robots (Amor e Sexo com Robôs), acredita que haverá um enorme mercado para essas bonecas como Roxxxy, e prevê que até 2050, as relações íntimas entre robôs e seres humanos serão muito comuns.

“Há um número crescente de pessoas que sentem dificuldade de estarem em um relacionamento, e isso irá preencher um vazio nelas. Não é humilhante para as mulheres, da mesma maneira que os vibradores não são”, disse Levy.

Como tal, ele acredita que os robôs se tornaram mais sofisticados e capazes de simular o comportamento humano, de modo que o relacionamento entre os seres humanos se tornou mais complexo.

Dr. Curran se preocupa com a possibilidade de a sociedade estar mal preparada para viver em uma época onde os companheiros robóticos sofisticados serão essenciais.

“Nós já temos uma legislação suficiente para cuidar dos problemas que podem surgir em um futuro onde os robôs serão suficientemente avançados para serem indistinguíveis dos seres humanos logo à primeira vista? Um robô pode se casar? Um casal robô pode adotar uma criança?” questionou.

Você compraria uma boneca robô sexual para passar seus momentos de solidão e ter um pouco de sexo? Já utilizou algum tipo de boneca inflável? Comente abaixo!

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (Nenhum Voto Ainda)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *