Mulher Vendada na Cama

Acessórios de Sadomasoquismo para Enlouquecer uma Mulher na Cama

O acrônimo BDSM (Restrição e disciplina, Dominação e Submissão, Sadismo e Masoquismo) pode invocar todo tipo de imagens na mente das pessoas, indo do mais suave ao mais selvagem, mas não tem que ser tudo chicotes, mordaças, correntes e máscaras. Hoje em dia, o BDSM já faz parte da cultura popular e simples acessórios de sadomasoquismo podem ser uma ótima maneira de esquentar as coisas no quarto e enlouquecer uma mulher na cama.

Se você ja fantasiou em amarrar sua parceira, vendá-la e dar uns tapinhas no bumbum durante o sexo então talvez você queira incluir o alguns acessórios de sadomasoquismo no seu relacionamento. É melhor não fazer isso quando você está no fogo da paixão, anunciar de repente que você vai dar umas palmadas no seu parceiro e puxar uma raquete pode assustar mais do que excitar. Ao invés disso, comece a falar do assunto em um jantar ou tomando um bom vinho, fale de suas fantasias sexuais e diga o que pensa sobre o assunto, observe a reação dela para saber se é seguro tentar no quarto.[sc:artigos_relacionados]

Se sua mulher está aberta para essas idéias, o próximo passo é decidir quais acessórios de sadomasoquismo. Existem alguns ótimos brinquedos iniciais para o BDSM que podem enlouquecer uma mulher na cama, não precisa ser nada muito radical logo de cara:

Amarras Sensuais

Muitas mulheres fantasiam serem amarradas. Então, algumas amarras sensuais podem ser ideais para iniciantes em BDSM. Ao invés de comprar cordas ou algemas de metal que podem assustar ou machucar os pulsos de sua parceira, tente usar cachecóis de seda ou amarras de tecido com velcro para uma experiência mais confortável.  Quando estiver com seus acessórios de sadomasoquismo prontos, tente amarrar suavemente sua parceira durante as preliminares. Se é a primeira vez dela, amarre seus pulsos juntos ao invés de amarrar em algum lugar, isso vai excitá-la e ainda assim fazer com que sinta que pode escapar se quiser.

Tapas e Cócegas

Raquetes e chicotes podem realmente assustar quem está começando, então é melhor discutir qual brinquedo escolher antes de comprar. Por que não começar com uma pena ao invés de um chicote? Sua parceira pode gostar muito mais de ser roçada por uma pena do que tomar umas chicotadas fortes. Se ao invés disso você optar por uma raquete ou chicote, lembre-se que não é uma punição então não bata na sua parceira muito forte. Bater suavemente no bumbum pode enlouquecer uma mulher na cama, uma dica é parar entre batidas para deixar que o sangue flua para a pele, isso vai sensibilizar a área e fazer a experiência ainda mais gostosa.

Aumente os Sentidos

Uma venda pode aumentar a tensão sexual e ampliar a excitação. Quando um sentido é perdido, os outros se ampliam, portanto o som da sua voz e sensação do seu toque se intensificam.  Diga a ela o que você vai fazer com ela e veja ela se arrepiar com isso, você vai se impressionar com o quão excitados vocês vão ficar.

Brinque com Cera

Isso pode parecer doloroso, mas pingar cera quente na pele é uma sensação que pode enlouquecer uma mulher na cama. Faça-a entrar no clima com um pouco de preliminares e enquanto ela se contorce de prazer sob você, pegue uma vela e deslize-a ficando uns 30 centímetros acima de seu ombro. Gentilmente incline a vela para o lado até uma única gota caia, testar nessa área maior e menos sensível do corpo vai permitir que você saiba a temperatura e se ela vai gostar ou não de brincar com cera.

Se tudo parecer bem, continue bem devagar, se comunicando a todo momento. Se você é novo em brincar com cea, então experimente com velas japonesas que queimam com menos calor que as velas normais. Sempre evite pingar a cera em áreas muito sensíveis como o rosto, umbigo e genitais (a não que ela peça exatamente isso).

No BDSM é muito importante o respeito aos limites e que ambos se sintam seguros o tempo todo. Quando explorar, vá devagar a um ritmo que seja bom para vocês dois, e sempre comece com acessórios de sadomasoquismo mais brandos. O BDSM pode ser uma experiência realmente erótica, aproveitem!
[sc:muito-bom-de-cama-depois-artigo]

Você e sua parceira já experimentaram entrar no mundo do Sexo BDSM? Quais acessórios de sadomasoquismo vocês utilizaram assim que começaram a brincar? Comente abaixo suas experiências!

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

5 Comentários

  1. Ola , me chamo Andre , sou swtcher há 8 anos no bdsm, mulheres interessadas em dominar ou ser dominadas entrem em contato pra conversamos , sou do RJ
    homemescravoarrobayahoopontocompontobr

  2. Bom já fui casada duas vezes e comecei a namorar há um mês e descobri que meu parceiro gosta de amarrar, quando me permiti da brincadeira foi uma sensação um pouco estranha na hora que ele me amarrava porém a hora que senti que não sabia o que iria se iniciar minha respiração ficou mais profunda e meus sentidos se aguçaram ele começou a beijar meu corpo me amordaçou e me vendou, começou a passar a unha e a língua pelo meu corpo quando enfim ele começou uma oral maravilhosa me tocando ao mesmo tempo, quando dei por mim tive meu primeiro orgasmo na vida, ele enlouqueceu de ver e começamos a fazer amor foi maravilhoso e único me senti Anastácia Steel, adorei tudo porém sou nova nesse assunto e gostaria de poder me aprofundar nos conhecimentos em questão de amarrar pois o prazer dele está em me ver amarrada e amordaçada quem puder me dar algumas dicas de formas diferentes e do que posso fazer agradeço

    • Eu particularmente tenho prazer em estar no controle , de dominar quem esta cmg , mas tbn curto quando ela toma o controle da situção. Voce pode ler livros , ver blogs online relacionado a esse tipo de assunto. Entre nesse mundo , te garanto que nunca mais vai querer sair!

  3. Andressa Gusmão

    Sempre tive muita curiosidade em relação ao sadomasoquismo, e em muitas vezes fiz auto condenações sobre os meu desejos.
    Levei muito tempo para entender que isso não era um perversão e sim o meu modo de sentir prazer.
    Agrande questão é que gosto dos dois lados, de ser dominada e ser dominadora.
    Minha primeira experiência “sadista” foi com o primeiro namorado que em fim permitiu que o amarrasse e o vendasse. A sensação de poder é incrível, primeiramente sentei em seu colo, o beije profundamente até que o mesmo ficasse quase sem respiração, deixei que chupasse meu polegar e em seguida deslisei meus dedos em seu lábios, o beijei novamente só que mordendo até sentir um leve gosto de ferrugem na boca.
    Sentir seu pênis pulsando entre minha pernas era divino.
    Pra continuar a brincadeira fui deslisando meu rosto lentamente em seu corpo, beijando, chupando, arranhando…
    Tirei lentamente seus sapatos, calça e cueca!
    Voltei novamente para seu colo, só que previamente já havia separado uns cubos de gelo.
    Deslizava os cubos por toda a sua barriga, e vinha lambendo em seguida até chegar a altura do quadril, parava e subia novamente, e fiz assim algumas vezes.
    Até que então mastiguei uma das pedras e fim um sexo oral bem prolongado, alternado o rítio e a intensidade.
    Em quanto isso, o seu seu pau ficava mais rígido, foi quando então comecei a cavalgar ditado o jeito e a forma de como eu queria, segurando a cintura dele com as unhas, mordendo o seu queixo, passando minha língua pela barbar que estava crescendo.
    Sinto arrepios até hoje só de lembra!
    Foi uma das minha melhores experiencias de liberdade na cama.
    Espero encontrar novamente alguém que também goste de dominar e ser dominado.
    Seguiu então um breve relato da minha “experiência sadista”, se assim podemos dizer!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *