Término

8 Dicas Para Lidar Bem Com um Fim de Namoro

Para muitos de nós, ter sucesso em termos de carreira é importante, mas igualmente, ser feliz e completo, em termos de um bom relacionamento. Quando achamos que encontramos o amor, nossa felicidade não encontra fronteiras. E quando ele parece terminar, passamos por uma gama de emoções – raiva, desespero, mágoa, tristeza e depressão. Sentimos-nos perdidos e à deriva, inseguros de qual será nosso próximo passo. É, na verdade, muito claro. É o mesmo que quando perdemos um ente querido. E quando um fim de namoro acontece, o primeiro passo é se desapegar.

Deixar um relacionamento que significou tudo para nós não é a coisa mais fácil de se fazer. Mas tem que ser feito, se temos que avançar, pois não podemos viver no presente e olhar para o futuro, até fazermos as pazes com o passado. Como podemos fazer isso? Lidar bem com um fim de namoro envolve abandonar:

1. Os sentimentos/emoções

A raiva, a animosidade e o ressentimento que você pode sentir em relação à sua parceira, agora sua ex. Pode haver uma sensação de deslealdade, se a pessoa te traiu ou, se você foi a pessoa responsável pelo fim de namoro, um sentimento de culpa. Não suprima suas emoções e engarrafe-as, mas permita a si mesmo o luto pelo final do que poderia ter sido e, possivelmente, era, algo maravilhoso. Mas você tem que colocar um limite de tempo – você não pode ficar afundado em mágoa e tristeza – isso pode tornar-se um hábito.

2. Prever possibilidades

Um fim de namoro envolve reconhecer que não era para ser e que você deve ir atrás de outros objetivos e construir novos sonhos. Evite ter expectativas não realísticas ou esperanças de voltarem. Ou que ela poderia mudar e talvez virar a pessoa que você gostaria que fosse ou que seus problemas serão resolvidos. Perceba que o relacionamento seguiu seu curso e é hora de partir. 

3. Sua dependência

Frequentemente, ao estar em um relacionamento por algum tempo – alguns meses, um ano ou vários anos – tendemos a perder nossa identidade. Acostumamos-nos a ter a outra pessoa por perto e nos sentimos à vontade com o que é familiar. Não é fácil começar a se acostumar a voltar para uma casa vazia ou jantar sozinho. É algo que você terá que se forçar a fazer, se você tem que ir se desapegando de sua dependência da outra pessoa.

4. Idealizar o relacionamento

É comum, quando você não está mais com alguém e, especialmente, se está se sentindo péssimo sozinho, sentir saudades dos bons tempos que passaram juntos. Memórias felizes são para serem apreciadas, mas não ao ponto de que seja tudo o que você pensa, e que você não faça nada para construir novas. Você precisa lembrar que, se houvesse tanta felicidade no relacionamento, vocês ainda estariam juntos. Vocês provavelmente tiveram problemas sérios e tempos infelizes – momentos em que você queria terminar e não aguentava estar no mesmo ambiente com sua ex. Esses são os momentos de que deve se lembrar e perceber que o melhor a fazer, agora, é desapegar-se e aproveitar sua vida de solteiro.

5. Todo contato

Deve ser um final claro. Não fique dizendo a si mesmo que vai telefonar para ela por uma última vez ou tentar mais uma última vez. Não fique ligando para os amigos e perguntando se ela já está saindo com outra pessoa ou se ela está deprimida como você. Se tiver certeza em terminar seu relacionamento, você tem que construir uma nova existência, uma que não tenha espaço para bagagens antigas. 

6. Seus medos

Se você precisa realmente terminar, você tem que esquecer suas apreensões e preocupações acerca de ficar sozinho e como vai lidar com o fim de namoro. Você também tem que aprender a confiar novamente. Não apenas em outra pessoa, mas em si mesmo e em seus instintos. Um, dois ou até mais relacionamentos terminados não significam que devemos nos fechar para o amor novamente. Afinal, relacionamentos podem envolver agonias, mas também envolvem êxtase e a vida não seria completa sem uma dose saudável dos dois. 

7. Generalizações

Você não deve generalizar e alimentar falsas certezas como, só porque sua ex te traiu, abusou ou causou um dano emocional, em seu próximo relacionamento acontecerá o mesmo. Você não pode pintar todo mundo com o mesmo pincel; afinal existe a possibilidade de você dar a alguém, e a um novo relacionamento, uma nova chance. 

8. Sua sensação de fracasso

É necessário dois para uma dança e duas mãos para aplaudir; são também necessárias duas pessoas para que um relacionamento funcione. Não se culpe pelo que poderia ter feito melhor, ou como você deveria ter sido mais compreensivo. Você provavelmente foi terrivelmente magoado, mas também deve aprender algumas lições valiosas sobre a vida e sobre o amor nesse processo – algo que irá lhe orientar para a jornada à sua frente.

Quando estiver pronto para decretar um fim de namoro e se reconciliar consigo mesmo, e deixar o passado no passado, você irá sentir um enorme peso sendo retirado de seus ombros e uma sensação de dever cumprido, por ter conseguido sair dessa experiência toda como uma pessoa mais forte.

RECOMENDADOS PARA VOCÊ

Você já passou por um fim de namoro conturbado? Como foi essa experiência? O que você fez para superá-lo? Comente abaixo.

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*