Mãos Masculina e Feminina

10 Dicas Para Reconhecer uma Transexual

Sexualidade é sempre um assunto delicado e ainda é tabu falar abertamente sobre ela. A grande maioria das pessoas não se sente à vontade para conversar sobre sua sexualidade e costuma demorar para que alguém confie em outra pessoa o suficiente para compartilhar histórias, anseios, angústias no que diz respeito à sexualidade. Porém, se é difícil para uma pessoa cuja sexualidade está dentro dos padrões esperados pela sociedade (heterossexuais), imagine como alguém que foge a estes padrões se sente. Mas a situação fica realmente difícil quando se trata de um transexual, aquela pessoa que passa por uma cirurgia de mudança de sexo.

preliminares versao clara

Portanto, as dicas que seguem devem ser usadas com discrição e de forma educada, nunca para humilhar outra pessoa. Se você desconfia que a mulher com quem você está se encontrando é uma transexual, utilize estas dicas para reconhecer uma transexual e para lidar com a situação.

1) Primeiro passo: reconhecendo fisicamente

Quando pensamos em sexo, imediatamente imaginamos os órgãos genitais como marco definitivo e preciso do sexo das pessoas. Porém, o sexo das pessoas se reflete também em outras características físicas. No caso dos transexuais, você provavelmente não terá nenhuma sorte se quiser identifica-la apenas pela genitália. A cirurgia de mudança de sexo está tão avançada que a construção de uma vagina a partir de um pênis frequentemente é idêntica a uma vagina original. Portanto, procure outros aspectos físicos que, em geral, não mudam depois da cirurgia. Tenha em mente, também, que estes aspectos não são 100% confiáveis na hora de identificar o sexo original da pessoa.

  • Tamanho dos dedos anular e indicador: o dedo anular de alguém que nasceu menino é, em geral, visivelmente maior do que o indicador; já quem nasce menina tem os dois dedos mais ou menos do mesmo tamanho. Isso acontece por conta da influência dos hormônios durante a gestação.

Ressalva: da mesma maneira que os hormônios influenciam a proporção dos dedos, eles também influenciam na sexualidade; portanto, uma transexual pode ter a proporção invertida.

  • Tamanho do pé: pessoas que nasceram homem têm o pé maior e mais largo que mulheres, sendo algo que pode ser observado em uma transexual.

Ressalva: o tamanho do pé pode aumentar se a mulher já esteve grávida.

onquistas mulheres nota 10

  • Pomo-de-adão: o pomo-de-adão é uma das características mais visíveis em um homem e fica em um lugar bem fácil de olhar sem dar muita bandeira: na parte dianteira do pescoço.

Ressalva: a cirurgia pode diminuir um pouco o tamanho do pomo-de-adão; em homens com pescoços menos longos e menos finos, o pomo-de-adão tende a ser menos visível.[sc:artigos_relacionados]

  • Subindo as escadas: observe-a ao subir as escadas.  Homens tendem a subir escadas de forma mais ereta e “dura” do que mulheres e esta pode ser uma característica que eles levem consigo após passarem pelo procedimento cirúrgico de mudança de sexo. Mulheres tendem a mexer mais os quadris ao subir escadas.

Ressalva: mulheres de quadril estreito tendem a mexê-lo menos do que mulheres que tenham mais curvas.

2) Segundo passo: conversando

Para este passo, você precisa sentir que ganhou um pouco mais de intimidade com a moça para que ela possa, eventualmente, falar algo mais íntimo de sua vida.

  • Crie oportunidades para que ela compartilhe informações íntimas: se você estivesse em um encontro comum, você não iria começar fazendo perguntas íntimas, não é? Da mesma maneira, você não deve proceder assim. Comece fazendo perguntas gerais sobre seus hobbies, interesses, depois fale sobre o trabalho dela, depois sobre amigos e, se ela se mostrar aberta, fale sobre a família e infância dela. Porém, não a encurrale perguntando coisas óbvias ou intrusivas demais, como perguntar se ela preferia brinquedos de menino ou menina ou como era o relacionamento dela com outras crianças. Este tipo de pergunta é intrusiva para qualquer um, seja uma transexual ou não, e, se ela for transexual, soará ofensiva.
  • Vá a outros encontros: se você não descobriu no primeiro encontro, vá a outros, não permita que suas suspeitas estraguem algo que pode ser realmente bacana. Ela pode revelar de livre e espontânea vontade seu histórico e daí você poderá tomar uma decisão informada se quer ou não continuar com ela.
  • Pergunte. Se você tiver evidências sólidas de que a pessoa é transexual e tiver uma relação de respeito e confiança (ex.: ela demonstrou que confia em você ao compartilhar detalhes íntimos), escolha um lugar discreto e um momento propício para perguntar. Seja educado e entenda que esse é um dos momentos mais difíceis na vida de uma transexual.

3) Terceiro passo: lidando com a situação

Se você confirmar que ela é transexual, saiba como lidar com a situação.

  • Não acuse: transexuais não revelam seu segredo porque querem enganar os outros, mas por medo de serem rejeitados e de sofrerem preconceitos. Se é difícil para você, é mais difícil ainda para ela. Além do mais, lembre-se do início desse artigo: ninguém sai por aí falando sobre sua vida sexual assim que conhece uma pessoa, então não espere que uma transexual aja dessa maneira.
  • Procure informações: uma das melhores maneiras de entender a situação é ler sobre o assunto, assistir documentários. Procure entender o que é um transexual e que a sexualidade é algo muito mais amplo do que sexo. Mesmo que você não queira ficar com a pessoa, este passo é importante para desbancar mitos e preconceitos de uma maneira geral.
  • Seja respeitoso. Você não é obrigado, de forma nenhuma, a ter um relacionamento afetivo com uma transexual. Porém, você tem que demonstrar respeito. Além do mais, reconheça que é preciso muita coragem para ela se revelar transexual.

Um último cuidado:

Independentemente do que você decida (continuar ou não o relacionamento), é importante que você não conte a ninguém, a menos que ela te dê permissão para tal. Algumas transexuais podem ser bem abertas em relação ao assunto, mas outras não, portanto, procure saber se pode ou não falar e, por via das dúvidas, não fale. Além disso, não contar não é só uma questão de respeito à privacidade da pessoa, mas também de fazer jus à confiança que ela depositou em você. Qualquer pessoa com quem você esteja se relacionando merece ser tratada com respeito e dignidade, com uma transexual isso não é diferente.
[sc:muito-bom-de-cama-depois-artigo]

Você já conheceu alguma transexual? Será que já, e não sabe? Já chegou a duvidar de alguma mulher com quem tenha relacionado-se? Comente abaixo!

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (11 votos, média 3,73 de 5)
Loading...
onquistas mulheres nota 10

17 Comentários

  1. Homens se querem identificar um trans não é muito difícil não , todo trans antes de ter relações sexuais eles lubrificar a vagina com Ky durante uma hora e coloca o molde de dilatação , pois a vagina de um trans e um buraco e a tendência do corpo e fecha-lo então os trans fazem isso regularmente para que não feche a cavidade , e para limpar também é algo trabalhoso pois pois existem cremes que são injetados na viginá para limpar, mas um detalhe é a profundidade da vagina que é apenas 10 a 15 cm isso se tona muito pouco para quem não tem nenhuma lubrificação , não estica etc… Então meninos não é difícil identificar basta observar na balada e não ficar chapado senão , você não irá identificar nada rs , mas penso eu que o lubrificante na vagina e o mas fácil de identificar pois qual mulher que passa lubrificante na vagina rs eu desconheço rs

    Respon

    • Marcia operada

      Lamento informar mas adoro instruir as cadelas e mentira que uma transexual só tem de 10 a 15 centímetros de profundidade eu me operei em Londres e tenho 21 centímetros e não preciso que andar sempre com cremes Ja que levei um enxerto do intestino e que me permite ter um corrimento todo dia,lavar faz parte da higiene de cada um Ja sei que muitas não gostam de água Ja por isso o cheiro nos transexual somos mais limpas não gostamos da vulgaridade e eu conheço muita mulher que usa lubrificante quando transa para evitar que rompa a camisa Ja sei que muitas vão para a noite e nem camisa usam Ja por isso não sabem o que é lubrificante mas gostos são gostos

      • Catarina marques

        Lamento em dizer que no a não somos cadeias e nem mentirosas pois nem todas tem condições de de fazer mil programas por mês e ir a Londres e fazer um enxerto do intestino para permitir ter um corrimento por dia lamento te informar que para você que é tras isso é saudável mas para nos mulheres ter corrimento não é saudável temos que ir ao médico pois o certo é ficar os sequinhas… bem voltando a realidade e que a maioria está a espera na fila do sus a anos , e de certeza que não usará enxerto de intestino. Bem não conheço mulher que usa lubrificante para fazer sexos pela vagina, talvez garota de programa para facilitar pois recebe vários clientes , ou se for uma vagina bem a pertadinha, como a minha que na segunda vez com mesmo parceiro a dor vira prazer e uma dorzinha gostosa demais que você nunca irá sentir pois você nasceu para introduzir e não para recebe. Bem morro de rir quando diz que umas são mas limpas que outras , isso é julgamento creio que você não gosta de ser julgada …..

        • Marcia operada

          Se você faz programa e contigo eu não faço nem preciso e quem começou a cuspir veneno foi você se não gostou de ouvir a realidade é consigo e também rí muito da falta de cultura e de falarem sem saber inteiramente do assunto e não me estou comparando a mulher só lhe tentei explicar que o seu comentário não era 100 por cento real para falar tem que saber do que fala se não mais vale estar calada.lamento mas primeiro se enforme.beijo

  2. Homens se querem identificar um trans não é muito difícil não , todo trans antes de ter relações sexuais eles lubrificar a vagina com Ky durante uma hora e coloca o molde de dilatação , pois a vagina de um trans e um buraco e a tendência do corpo e fecha-lo então os trans fazem isso regularmente para que não feche a cavidade , e para limpar também é algo trabalhoso pois pois existem cremes que são injetados na viginá para limpar, mas um detalhe é a profundidade da vagina que é apenas 10 a 15 cm isso se tona muito pouco para quem não tem nenhuma lubrificação , não estica etc… Então meninos não é difícil identificar basta observar na balada e não ficar chapado senão , você não irá identificar nada rs , mas penso eu que o lubrificante na vagina e o mas fácil de identificar pois qual mulher que passa lubrificante na vagina rs eu desconheço rs

    • Olá! Tive relação com uma mulher, foi muito bom e adorei! Mas não tive confirmação se era trans… Mulheres trans lubrificam a vagina antes da relaçao? Então não tem as caracteristicas naturais como cheiro e gosto? 🙂

  3. Tenho todo meu respeito pelos traseiras , mas penso que deveria ter algo mas consistente para identificar , todos nós somos identificados , penso que os trás também deveriam ser identificados, como um traqueal , e não como homem e mulher. Pois é mulher por fora pois por dentro não tem ovários , nem glândulas mamárias, não pode engravidar não tem útero , não pode gerar um filho . Bem nao teno preconceito mas e a minha opinião

    • Olá Suzana, homens tb tem glândulas mamárias viu, qlq mamífero tem, mas tem menos!! Precisamos discutir sobre oq define alguém como homem ou como mulher, não é possível que a definição de mulher continue sendo apenas e exclusivamente o fator maternidade!!

    • Bem, levando em consideração a sua opinião, você deve transar estranho, pois quando as pessoas normais fazem sexo, não transam com os ovários das mulheres, endométrio e fetos que possam estar alojados no útero… além do que, se ter filhos fosse importante para a maioria dos homens, não haveria tantas crianças abandonadas pelo pai.
      Como o post mesmo esclarece, você não é obrigado a transar com mulheres trans, mas é obrigado sim a respeitá-las. Assim como todas as mulheres, só lembrando que não viemos ao mundo só pra nascer, crescer, transar com macho escroto e parir.
      DE NADA.

  4. Ola! achei muito interessante o que foi debatido aqui!- eu tenho uma irma transsexual-
    me coloco no lugar dela .sei o quanto e dificil estar presa em um corpo de homem.
    sendo mulher pensando e agindo como tal em uma sociedade preconceituosa e alienada-
    tenho certeza que ela ira conhecer alguém legal que compreenda que a respeite-
    pós ela merece ser tao feliz quanto qualquer outra mulher. <3

  5. Gostei, sou transexual e não achei ofensivo ou até mesmo pejorativo. Os homens tem o direito de saber na minha opinião se sua paquera é uma transexual ou não, mas como foi citado no site, realmente é algo que constrange, incomoda e nem sempre é tção importante, acho que deve-se contar sim, os aprceiros tem o direito de saber. Entretanto, acredito eu, que, a melhor forma seria mostrar mais sobre você, sua vida, e depois, se ambos estiverem realmente interessados em algo a mais, daí sim, informar desse detalhe, que eu acredito não ser tão grave a ponto de romper sentimentos, eu nunca tive problemas com isso. Parabens pela forma respeitosa a qual relatou nós transexuais em sua matéria. 🙂

  6. Quando vi esse artigo, deu até um frio na barriga por eu ser transexual e achar esse tópico muito aberto. Não entendi bem a intenção, mas não pareceu algo bom. No entanto apesar das especificações físicas mostradas, não me senti desmascarada, até porque não da pra fugir do poder dos hormônios. Eu mesma acredito que é uma informação que não pode ser escondida num relacionamento. Mas a parte ruim é que já é tão difícil encontrar alguém que com ou sem essas dicas não ajuda em nada nosso lado. Pelo menos a pessoa que escreveu o artigo soube se expressar de forma não opressiva.

    • Sinceramente, não vejo nenhuma necessidade desse tipo d discussão. Já conheci diversas mulheres transexuais belas, bonitas e atrentes. O homem com orientação heterossexual tem prazer pelo corpo feminino. A mulher transexual tem esses atributos, isso não deve ser suficiente? A identidade de gênero é o q diz o q somos, é o q nos assumimos perante a sociedade. Se me vejo Michele, visto me dessa forma, comporto me como tal e se isso atraiu um heterosexual, qual o problema se Michele era Pedro? Michele tem uma vagina, não pode engravidar, mas tem cultura suficiente e capacidade para ser uma mãe adotiva fantástica. Precisamos sair dessa mesquinhez de pensamento preconceituoso. Mulher trans é mulher e pode gostar de uma outra mulher ou de um homem! Se há correspondência, pq não experimentar?

      • Eu entendo sua colocação ssd. Mas se tem tanto cara por aí com a sexualidade fragil, nada melhor que um texto que os atinja e pregando o respeito para com as trans.

  7. Já me relaciionei com uma transexual, foi otimo.

  8. Eu não, mas conheço um amigo que se relacionou com “uma mulher” muito gata, tinha um corpo escultural, mas que era transexual. Eu cheguei a me confundir no início, mas algo parecia estranho, eu já desconfiava antes dele me contar!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.